COMO RECONHECER UM CRENTE/EVANGÉLICO?

Este é o nome de um artigo postado em blog brasileiro. Veja o que dizem de suas filhas e de vocês, irmãos e irmãs evangélicos. Conteúdo EXTREMAMENTE OFENSIVO, impróprio para menores de idade. Fica a pergunta: ONDE ESTÃO AS AUTORIDADES DESTE PAÍS? Maiores de idade cliquem aqui.

quinta-feira, 24 de julho de 2014

VÍDEO : Conselho Regional de Psicologia-PR, arquiva processo contra Marisa Lobo, Veja o que fazer abaixo!

Conselho Regional de Psicologia arquiva processo com as mesmas denúncias do que levou à cassação do registro de Marisa Lobo

Avatar de Dan Martins Por Dan Martins em 23 de julho de 2014 

Conselho Regional de Psicologia arquiva processo com as mesmas denúncias do que levou à cassação do registro de Marisa Lobo Em uma audiência realizada no dia 16/05, o Conselho Regional de Psicologia do Paraná (CRP-PR), decidiu pela cassação do registro profissional da psicóloga Marisa Lobo, devido a um procedimento disciplinar iniciado contra ela em 2011. Porém, a psicóloga recebeu recentemente uma notificação do CRP sobre o arquivamento de outro processo idêntico ao que levou à sua cassação.

Ao comentar essa nova notificação, Marisa destacou que ter sido absolvida em um processo idêntico àquele em que foi condenada expõe uma contradição do próprio CRP e comprovou a perseguição religiosa que tem sofrido, como profissional cristã.

- Esta é a confirmação da perseguição religiosa do Conselho contra mim e da influência movimento LGBTT. Isto tudo faz parte desta ditadura / ideologia política de gênero, desta desconstrução do nosso povo, da nossa fé. Não vamos nos calar! Vamos usar a arma que temos: o nosso direito constitucional e a e nossa fé. Esta ditadura jamais terá êxito a afirmou a psicóloga, ao falar sobre o processo que foi arquivado, que teve início em 2013.

Após a decisão pela cassação de seu registro, Marisa Lobo esteve na Assembleia Legislativa do Paraná para solicitar uma audiência sobre perseguição religiosa. As acusações contra ele incluem desde proselitismo religioso até mesmo atitudes que configurariam homofobia, como a tentativa de “curar homossexuais” por meio de estudos psicológicos.

Política e perseguição religiosa

Em uma entrevista concedida recentemente ao Portal Comunicare, Marisa Lobo comentou sobre a cassação de seu registro profissional e também sobre política e perseguição religiosa. Falando diretamente sobre as causas da cassação, ela ressaltou a defesa por sua liberdade de expressão e destacou que não se arrepende de ter colocado em risco o seu registro de psicóloga por declarar sua fé.
- Eu tenho as minhas opiniões, a minha liberdade de expressão, a minha opinião. Eu vivo em um país democrático de direito. Eu não vou ceder a ditadores, a grupos minoritários. Eu faço o que acredito que seja correto. Tenho um ideal. Vou continuar fazendo isso ainda que custe o meu diploma. Se eu recuasse, iria negar o Deus a quem eu sirvo – afirmou.

Assista na íntegra a entrevista da psicóloga ao Portal Comunicare


Dilma mostra seu lado Comunista e engrossa a fila de críticas ás ações de Israel, isentando os TERRORISTAS do Hamas

Em nota, o Governo de Dilma, engrossa crítica ás ações de Israel e como não podia deixar de ser na cabeça de Comunistas, quem tem razão são sempre os "terroristas" como está ocorrendo atualmente com o Brasil relativamente á Comissão de Verdade e Justiça e ricas indenizações para os "terroristas" Brasileiros que foram para Cuba treinarem-se para serem "guerrilheiros" urbanos e do campo, na tentavia de implantar o Comunismo no Brasil. Isto é claro, pois em 1961, já os primeiros universitários comunistas embarcavam para Cuba para serem treinados pelo Regime Ditatorial Comunista de Fidel Castro.

Há dias atrás, o governo Dilma, se pronunciou coerentemente, mas hoje, vemos no link : http://www1.folha.uol.com.br/mundo/2014/07/1490308-em-nota-brasil-engrossa-critica-a-acao-de-israel-e-poupa-o-hamas.shtml da Folha de São Paulo, Dilma e seu governo se posicionando contra Israel e condenando apenas os ataques de Israel, porém, em momento algum antes, exceto da penultima vez, o governo Dilma segue a Cartilha de Marx e isenta o grupo terrorista "Hamas" e condena Israel.

Leia o artigo do link acima e pasme-se !

quarta-feira, 23 de julho de 2014

CUIDADO POVO EVANGÉLICO : "O agente do PT para enganar os evangélicos"

23 de julho de 2014




O agente do PT para enganar os evangélicos

Teólogo presbiteriano da Teologia da Missão Integral ocupa importante função estratégica, com salário elevado, na Secretaria-Geral da Presidência da República

Julio Severo
Nota: Esta é uma versão reduzida do artigo “A sombra ‘evangélica’ da sombra ‘católica’ na Presidência da República: Alexandre Brasil e Gilberto Carvalho,” que denuncia o evangélico estratégico de Gilberto de Carvalho, que, segundo o Dep. Aroldo de Oliveira, é comunista de carteirinha, o segundo homem mais forte do PT e responsável por um projeto perigoso que visa transformar o Brasil numa Venezuela ou União Soviética. Vários aliados da sombra evangélica, inclusive Ariovaldo Ramos, assinaram manifesto público de apoio a esse projeto comunista. Todos esses evangélicos têm um elo em comum: a promoção da Teologia da Missão Integral. O propósito deste artigo reduzido é facilitar a divulgação e distribuição dessa denúncia ao maior número possível de líderes evangélicos.
O governo do PT tem um “agente” muito bem pago para iludir os evangélicos. Poderia se dizer até que era um agente de certo modo secreto, pois no ano passado quando fiz perguntas sobre ele para a Frente Parlamentar Evangélica, ninguém o conhecia.
Alexandre Brasil
Como é que o PT chegou a essa posição de ter um representante evangélico que sabe alcançar a população evangélica fora do radar e atenção de importantes líderes evangélicos no Congresso Nacional?
Seu nome é Alexandre Brasil Carvalho da Fonseca, também conhecido como Alexandre Brasil Fonseca, ou simplesmente Alexandre Brasil. Ele é um teólogo presbiteriano.
A primeira vez que ouvi esse nome foi no ano passado, de uma fonte que circula livremente no movimento de Teologia da Missão Integral, que é de acordo com Ariovaldo Ramos a versão protestante da Teologia da Libertação. A fonte me informou que a função de Alexandre Brasil na Secretaria-Geral da Presidência da República é se comunicar e viajar pelo Brasil se encontrando com lideranças evangélicas e fortalecendo a “comunhão” entre governo do PT e evangélicos.
Gilberto Carvalho
Para que Alexandre Brasil pudesse se qualificar para tal importante posto no governo, ele teria no mínimo de ter afinidade com a Teologia da Libertação defendida por Gilberto Carvalho, ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República do Brasil. Ele conseguiu preencher esses requisitos?
Sim, e isso é comprovado pelo seu histórico.
Ele tem um livro publicado pela Editora Ultimato, que é referência da Teologia da Missão Integral no Brasil.
Em 2010, juntamente com Frei Betto e Leonardo Boff (e uma multidão deslumbrada de idiotas úteis de várias igrejas), Alexandre assinou, como teólogo presbiteriano, o “Manifesto dos Cristãos pela eleição de Dilma.” No documento, os assinantes proclamavam:
Nestes dias, circulam pela internet, pela imprensa e dentro de algumas de nossas igrejas, manifestações de líderes cristãos que, em nome da fé, pedem ao povo que não vote em Dilma Rousseff sob o pretexto de que ela seria favorável ao aborto, ao casamento gay e a outras medidas tidas como contrárias à moral.
A própria candidata negou a veracidade destas afirmações. Apesar disso, estes boatos e mentiras continuam sendo espalhados. Diante destas posturas autoritárias e mentirosas, disfarçadas sob o uso da boa moral e da fé… Não aceitamos que se use da fé para condenar alguma candidatura. Por isso… em nome do nosso compromisso com o povo brasileiro, declaramos publicamente o nosso voto em Dilma Rousseff.
Quatro anos de inúmeras evidências depois, quem mentiu? Os que disseram que Dilma não apoia o aborto ou os que disseram o contrário?
Juntamente com o esquerdista Paul Freston, que já foi membro de carteirinha do PT, Alexandre Brasil tem sido citado como referência, com sua credencial de sociólogo, sobre o perfil evangélico brasileiro, embora ambos estejam distantes da predominante espiritualidade pentecostal, neopentecostal e conservadora do Brasil.
Paul e Alexandre já foram citados elogiosamente pela BBC, uma mídia secular esquerdista, e também pela revista Christianity Today, numa matéria que estranhamente chamou Ariovaldo Ramos de “conservador moderado” — o mesmo Ariovaldo que disse que Hugo Chavez deixou o mundo melhor.
Foi uma escolha muito infeliz da Christianity Today, mas sua tendência para com a esquerda vem se manifestando. Recentemente, a versão brasileira dessa revista americana retuitou uma matéria do Christian Post em favor de uma escritora evangélica americana que apoia o chamado “casamento” gay. A denúncia está aqui: “Por que o Christian Post adota o esquerdismo no Brasil?
A denúncia também mostra como a escritora esquerdista americana foi escolhida como uma das principais palestrantes na famosa Faculdade Calvino (Calvin College) nos EUA. Essa faculdade, conforme informação de sua página, teve também Alexandre Brasil como líder de um de seus seminários. Tudo a ver, pois Alexandre também é presbiteriano.
Essas ligações progressistas me fazem lembrar a declaração do próprio Alexandre em seu Twitter: “‘Tamo junto e misturado!’ #tudoquenaopresta.” Não conheço verdade mais realista do que essa.
O que é de doer é: Como os modernos filhos de Calvino — que é considerado o pai do capitalismo — conseguem ser diabolicamente anticapitalistas e pró-marxismo?

Podridão evangélica esquerdista: para alegria de uns e tristeza de outros

As ligações esquerdistas de Alexandre são extensas.
Gustavo Abadie, que era pastor tradicional, se converteu ao catolicismo depois de só ver pastores e igrejas protestantes tradicionais se entregando ao esquerdismo. Ele escreveu o artigo “A árvore podre da Missão Integral,” que aponta as principais figuras da Teologia da Missão Integral, mencionando inclusive Alexandre Brasil.
No artigo, o ex-pastor Gustavo revela declaração do bispo assassinado Robinson Cavalcanti confirmando que a “Teologia da Missão Integral é a versão evangélica da Teologia da Libertação.”
Cavalcanti, que foi o fundador do Movimento Evangélico Progressista (o maior movimento evangélico esquerdista da história do Brasil), era louvado por Alexandre Brasil.

O PT só escuta seus ventríloquos evangélicos

Como integrante da Secretaria-Geral da Presidência da República, quando houve as grandes manifestações populares no Brasil no ano passado e Dilma Rousseff queria “escutar” o povo, Alexandre não teve dúvida: trouxe até o Planalto o desconhecido grupo evangélico progressista “Rede Fale” para representar a voz dos evangélicos, como se todos os evangélicos do Brasil fossem esquerdistas. A Rede Fale tem uma afinidade especial com a Teologia da Missão Integral e seu “apóstolo” Ariovaldo Ramos.

Pastores na mira

Em 8 de março de 2014, Alexandre esteve reunido com pastores de Aracaju para promover uma iniciativa manobrada por ele e seu patrão: o Movimento Paz & Proteção.  Esse movimento visa unificar as igrejas em torno de uma suposta proteção aos direitos das crianças e adolescentes. A liderança desse movimento, que é estrategicamente manobrada por Gilberto Carvalho e por sua sombra evangélica, está com o UNICEF, CONIC, Koinonia Presença Ecumênica e Serviços, RENAFRO e Visão Mundial, conforme documentação que os pastores de Aracaju me enviaram. A maioria desses grupos assinou manifesto de apoio a um decreto de Dilma Rousseff comandado por Carvalho — um decreto que, sorrateiramente, visa implantar uma ditadura comunista no Brasil.
Como não poderia deixar de ser, a CNBB está representada nessa parceria através de sua Pastoral da Criança. O CONIC, que abrange a CNBB, a Igreja Episcopal Anglicana do Brasil, a Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil e a Igreja Presbiteriana Unida, sempre opta pelo esquerdismo. O CONIC apoiava o PLC 122 e se opunha a Marco Feliciano.

Missão Integral e o núcleo fechado do PT

Mas quem é Alexandre Brasil, o homem que se tornou o principal instrumento do ministro Gilberto Carvalho em suas comunicações com os evangélicos?
De acordo com entrevista dele ao programa progressista Papo na Rede postado em 27 setembro de 2013, ele foi um dos pioneiros da Rede Fale, cuja atuação tem sido marcadamente política e esquerdista.
Aos 7:15 da entrevista, Alexandre revela que, na sua função ligada à Secretaria-Geral da Presidência da República, ele tem comunicação regular com a Visão Mundial, que está hoje sob a presidência de Ariovaldo Ramos, um “apóstolo” da TMI e apoiador de Lula na sua eleição e reeleição.
Aos 10:30, o entrevistador diz que Gilberto Carvalho é “um dos homens mais influentes do núcleo mais fechado da Presidência da República.”
Aos 37:35, Alexandre ressalta que sua experiência e caminhada foram na Rede Fale, Visão Mundial e Teologia da Missão Integral e movimento ecumênico.
A caminhada de Gilberto e Alexandre é muito semelhante. Gilberto, na Teologia da Libertação. Alexandre, na Teologia da Missão Integral. Essas ligações progressistas me fazem lembrar a declaração do próprio Alexandre em seu Twitter: “‘Tamo junto e misturado!’ #tudoquenaopresta.”

Neopentecostalismo: o inimigo comum dos cristãos esquerdistas

A afinidade de Alexandre Brasil com Gilberto Carvalho é então imensa. Se em 2012 Carvalho disse que os televangelistas neopentecostais são uma ameaça para a hegemonia do PT (por causa de suas posturas radicais contra o aborto e homossexualismo), a única resposta de Alexandre seria concordar. Afinal, ele tem um documento basicamente chamando o movimento neopentecostal de Nova Era Evangélica.
Essa posição de ataque ao neopentecostalismo em nada difere da posição de outros líderes protestantes da Teologia da Missão Integral. Ariovaldo Ramos e Ricardo Bitun, que são expoentes proeminentes dessa ideologia esquerdista, têm um livro intitulado “Uma Visão sobre a Igreja, hoje, no Brasil,” que ataca o neopentecostalismo. Esses ataques mais parecem cortinas de fumaça para acobertar o trabalho sujo da promoção da Teologia da Missão Integral.
Claro que nem todo neopentecostal merece ser isento de críticas. A Igreja Universal do Reino de Deus, cujo fundador defende descaradamente o aborto, é um exemplo. Mas nem a sombra católica nem a sombra evangélica ousariam criticar o poderoso chefão da IURD, que é um importante aliado do governo do PT. Só as igrejas neopentecostais contrárias ao aborto e ao homossexualismo é que merecem fogo cerrado das hostes esquerdistas.
O que torna o neopentecostalismo uma ameaça aos cristãos de esquerda, tanto católicos quanto evangélicos? O filósofo Luiz Felipe Pondé responde. Ele lembra que já na década de 1960 Nelson Rodrigues combatia os “padres de passeata” que teriam introduzido o materialismo mais vil na teologia, tentando transformar a Igreja Católica em um aparelho da esquerda.
Em seu livro “Contra um Mundo Melhor” (Editora Leya), Pondé escreveu: “A igreja católica de esquerda fez a opção pelos pobres, mas os pobres fizeram a opção pelo neopentecostalismo.”
A Teologia da Missão Integral, predominante durante décadas em igrejas protestantes tradicionais, também fez a opção pelos pobres, mas seu público-alvo fez a opção neopentecostal pelo sucesso material. Ao invés de se juntar à esquerda messiânica e lutar por “outro mundo possível,” os pobres preferem a busca individual da prosperidade. Certos ou errados em sua busca da prosperidade, o fato é que os neopentecostais arruinaram os planos dos eruditos, teólogos e filósofos evangélicos e católicos que defendem eloquentemente a Teologia da Missão Integral e a Teologia da Libertação. Essa é a principal razão do ódio mal disfarçado que os teólogos de ambas as ideologias têm do neopentecostalismo.

As sombras em importante reunião evangélica

E como tem sido a atuação de Alexandre Brasil como “ponte” entre governo do PT e evangélicos progressistas? Graças a ele, Carvalho participou de importante reunião promovida pela Aliança Evangélica (AE) em 28 de fevereiro de 2013 na Igreja Presbiteriana de Brasília, DF. Recebido por cerca de 70 líderes evangélicos, Carvalho ouviu de Ariovaldo Ramos, representante da AE, o compromisso de apoio. “Vamos apoiar as ações do Governo que favorecem o pequeno, o pobre… Queremos ser um instrumento de parceria”, disse Ariovaldo, que também declarou que irá fazer “cobranças” quando o governo se desviar do direcionamento socialista em suas políticas.
Ladeado por Ariovaldo e por sua sombra evangélica (o progressista mais gordo à esquerda, na foto), Carvalho agradeceu as palavras de Ariovaldo e confirmou o desejo do governo do PT de caminhar em diálogo e parceria com a AE. “Ai das igrejas que perdem o caráter de profecia. Ai do governo que se fecha”, afirmou ele, em palavras que em muito recordaram Robinson Cavalcanti, que igualmente atrelava o caráter profético das igrejas ao ativismo socialista.
Mas tanto Gilberto quanto Alexandre, com suas respectivas teologias católica e evangélica esquerdistas, poderiam garantir que fazem tudo por amor aos pobres. No entanto, quanto custa trabalhar “pelos pobres”?

Quanto se ganha para “optar pelos pobres”?

O site Portal da Transparência, que é ligado ao governo federal, informa publicamente que Gilberto Carvalho recebe um salário mensal de 26.723,13, possivelmente sem contar as ajudas de custo para aluguel e outras despesas.
Quanto ao Alexandre Brasil, seu salário não fica muito atrás do salário de seu patrão. De acordo com informação pública disponível no site Portal da Transparência, ele recebe um salário mensal de 15.957,60, possivelmente também sem contar as ajudas de custo para aluguel e outras despesas…
Leitura recomendada:

segunda-feira, 21 de julho de 2014

VÍDEO: Veja o ÓDIO declarado de uma Petista Comuna da Classe Média CONTRA a Classe Média, pode?


Veja o CÚMULO das declarações desta Professora da
USP que faz parte da Classe Média ALTA.

A filósofa petista Dra. Marilene Chauí declarou seu ódio à Classe Média na comemoração dos 10 anos de governo do PT. 

Em troca, recebeu o aplauso de Lula que, enquanto Marilene esbravejava seu desprezo pela imensa maioria dos brasileiros, gargalhava.

http://www.youtube.com/watch?v=FpSO-pWoTr0



Lamentável declaração de ódio a classe media brasileira...isto só pode vir de uma comunista mesmo. Combata isto, escreva para a Reitoria da USP (Universidade de São Paulo).




Como Curar um filho PTista rapidinho ! PT é partido ou uma versão dos "Soviets".

O pai chega em casa vestido numa novíssima camisa do PT. Entra no quarto do filho e beija o retrato do assassino, maconheiro e vagabundo Che Guevara na parede.
O rapaz espantado pergunta:
* Que é isso pai? Ficou maluco? Logo você que é o maior "coxinha", "reaça" de primeira, vestindo a camisa do PT?
- Que nada filho! Agora sou petista! Conversamos tanto sobre o Partido que você me convenceu! PT! PT! VIVA O PT! - grita o velho.
O rapaz, membro do DCE da universidade onde já faz um curso de quatro anos há oito anos e fiel colaborador da JPT não se aguenta de tanta alegria!
* Senta aí companheiro! Vamos conversar! O que foi que te levou a essa decisão?
O pai senta-se ao lado do filho e explica:
- Pois é... cansei de discutir contigo e passei a achar que você tem razão. Por falar nisso, lembra do Luís, aquele que te pediu dois mil reais da tua poupança emprestado para dar entrada numa moto?
* O que tem ele? Pergunta o filho...
- Pois é.. Liguei pra casa dele e perdoei a dívida. E fiz mais! Falei que ele não precisa se preocupar com as prestações, pois vou usar oitenta por cento da sua mesada para pagar o financiamento!
* Pai!!!!! Você ficou louco? Pirou?
- Filho, lembre-se que agora nós somos petistas! Perdoar dívidas e financiar o que não é nosso com o que não é nosso é a nossa especialidade! Temos que dar o exemplo! E tem mais! Agora 49% do seu carro eu passei para sua irmã. Vendi pra ela quase a metade do seu carro! Dessa forma você continua majoritário mas só podendo usá-lo em 51% do tempo!
* Mas o carro é meu, papai! Não podia fazer isso! Não pode vender o que não é seu!
- Podia sim! Nossa Presidenta fez isso com a Petrobrás e você foi o primeiro a apoiar! Só estamos seguindo o caminho dela!
O garoto, incrédulo e desolado entra em desespero, mas o pai continua:
- Outra coisa! Doei seu computador, seu notebook e seu tablet para os carentes lá do morro. Agora eles vão poder se conectar!
* Pai! Que sacanagem é essa?
- Não é sacanagem não, filho! Nós petistas defendemos a doação do que não é nosso, lembra? Doamos aviões, helicópteros, tanques para países comunistas... O que é um computador, um tablet e um note diante disso?
Prestes a entrar em colapso, o garoto recebe a última notícia:
- Filho, lembra daquele assaltante que te ameaçou de morte, te espancou e roubou teu iPhone? Vou agora mesmo retirar a queixa e depois irei para a porta da penitenciária exigir a soltura dele, dizendo que ele é inocente!
* Pai... pelo amor de Deus!... Você não pode fazer isso... O cara é perigoso! Ele pode me perseguir! Ele pode me bater mai ainda!. Estou com medo!
- Perigoso nada! É direitos humanos que nós pregamos, filho! Somos petistas com muito orgulho!
* Mas o cara me espancou! Me roubou, pai!
- Alto lá! Não há provas disso! Isso é estado de exceção! O rapaz é inocente! Nós fizemos a mesma coisa com os companheiros acusados no mensalão!
* Mas ele estava armado quando a polícia chegou!
- E daí????? Ele estava armado mas quem prova que a arma era dele? A revista Veja? Isso é coisa de reaça, filho!
* Papai, você ficou doido!
E o pai finaliza:
- Fiquei doido? Na hora de defender bandido que roubou uma nação você é petista, mas se roubarem você, deixa de ser. Na hora de doar, perdoar dívidas e fazer financiamentos com o dinheiro dos outros, você é petista. Mas se fizer o mesmo com você, deixa de ser. Na hora de dilapidar o patrimônio nacional, vendendo o que é mais precioso e não pertence ao PT e sim ao povo, você é petista, mas se vender metade do que é seu, você deixa de ser!
Dito isso, tirou o cinto de couro grosso e mandou a cinturada no moleque!
- TOMA ISSO SEU CRETINO PRA APRENDER A SER HOMEM E ASSUMIR SUAS IDEIAS! VAGABUNDO ORDINÁRIO! SALAFRÁRIO! PEGA AS SUAS COISAS E SUMA DAQUI SEU PETISTA SAFADO!
* Vou pra onde, papai? Perguntou chorando...
- Dane-se .Agora você é um dos sem-teto que você defende, seu moleque cagão! E vai se consultar com médico cubano, porque eu cancelei teu plano de saúde!
Dois dias depois o moleque bateu na porta curado. Não era mais petista e não havia mais DCE ou JPT. E nem chamava o pai de "reaça".
O milagre da educação aconteceu. O mal do petista é falta de cinturada no lombo!
VAMOS COMPARTILHAR GENTE. JÁ COMPARTILHEI EM MAIS DE 15 GRUPOS, MAS UMA ANDORINHA SÓ NÃO FAZ VERÃO. COMPARTILHEM E AJUDEM A DIVULGAR A PÁGINA https://www.facebook.com/dilmaralada

A VERDADE VEM Á TONA: "Carta Aberta a Ariovaldo Ramos"

19 de julho de 2014



Carta Aberta a Ariovaldo Ramos

Thiago Cortês
Caro pastor Ariovaldo,
Eu o vi pela primeira em um evento na Faculdade Latino Americana de Teologia Integral (FLAM), em Arujá, onde resido com minha família. Na hora do louvor, lembro de ter ouvido o senhor cantando bem desafinado – como todo bom batista.
Hugo Chavez e Ariovaldo Ramos
Também foi na FLAM que o entrevistei para uma revista que deixou de circular. Nós falamos de justiça social, democracia e a situação da Venezuela.
Naquela ocasião o senhor explicou porque havia ido para Caracas com um grupo de brasileiros para oferecer seu apoio a Hugo Chávez, que havia sido deposto. Lembro que, na entrevista, sua defesa de Chávez foi baseada em seu compromisso com a democracia.
Eu era jovem demais e fiquei impressionado com suas ideias. A sua preocupação com as questões sociais me fez imaginá-lo como um profeta moderno. Fui atrás dos seus artigos, entrevistas, incluindo uma reportagem especial no Le Monde Diplomatique Brasil.
Imaginei que o senhor fosse um paladino da liberdade e da democracia – e que sempre reagiria ao autoritarismo independentemente de seus compromissos ideológicos.
George Orwell, por exemplo, era socialista, mas comprometido com a verdade em qualquer circunstância. Não hesitava em dizer a verdade mesmo quando ela ofendia seus camaradas e lhe causava problemas. Imaginei que o senhor pertencesse a tal tradição…
Porém, desde que o regime venezuelano se voltou contra estudantes e trabalhadores que divergem de Nicolás Maduro, o senhor não diz uma palavra sobre a Venezuela.
As igrejas e os cristãos dissidentes venezuelanos têm sido atacados apenas porque divergem do regime. Em São Martinho de Tours, o principal templo da região foi atacado por membros do grupo Juventude Bicentenária de La Vitória, auspiciado pelo governo de Nicolás Maduro.

Não entendo o seu silêncio. Por favor, me explique! 

A Conferência Episcopal Venezuelana declarou que Nicolás Maduro tenta impor um governo totalitário na Venezuela. Mas não é apenas a comunidade cristã que tem sofrido. Os opositores do governo vivem entre a cadeia e a repressão nas ruas.
Quando esteve na Venezuela, o senhor foi recebido por autoridades de Estado e pelo então presidente Hugo Chávez. Por que o senhor não volta lá agora para visitar os cristãos opositores que estão nas cadeias e nos hospitais?

Caro Ariovaldo, por que o senhor não fala dos irmãos perseguidos na Venezuela?

O senhor sempre falou em momentos de crise e tomou posições claras. O senhor falou contra a deposição do presidente do Paraguai, contra a Guerra do Iraque, e até bradou contra a ação da PM no Pinheirinho, que o senhor classificou de “massacre”.
(Na verdade, ficou provado ser falsa a informação de que sete pessoas haviam sido assassinadas pela Polícia no Pinheirinho. Mas o senhor nunca se retificou.)
Por outro lado, a polarização ideológica na Venezuela resultou em um massacre de verdade, com vítimas dos dois lados. São centenas de estudantes e trabalhadores presos, dezenas de mortos e outros desaparecidos.  Mas deste massacre real o senhor não fala.

Caro Ariovaldo, por que o senhor emudece diante do caos venezuelano?

Isso é muito triste, caro Ariovaldo. Penso que toda pessoa decente deve condenar regimes autoritários, independente de qualquer preferência ideológica ou partidária.
Os seus séquitos afirmam que o senhor é bem intencionado. Por isso, ainda que defenda dogmas ideológicos dos chavismo – e mesmo o regime chavista! – não merece ser cobrado pelas conseqüências concretas das ideias e dos governos que defende.
Em outras palavras, o senhor pode defender o que quiser nas igrejas, na mídia, diante do nosso povo e ninguém tem o direito de cobrá-lo qualquer responsabilidade.
Isso me leva a outra questão: a sua definição de cristão.
Em uma entrevista sobre suas posições políticas, o senhor dá a entender que o cristão verdadeiro é aquele que têm os dogmas ideológicos de um militante de esquerda.
Fiquei decepcionado com sua visão simplista da realidade.
Frank Britto, do blog Resistir e Construir, fez uma brilhante desconstrução dessa mistura entre Evangelho e socialismo.  Ele anota a diferença entre as ordenanças bíblicas para que busquemos a justiça e a ideia secular de que os governos devem buscar tais fins.
“O problema de Ariovaldo Ramos é presumir – sem qualquer razão ou justificativa bíblica ou racional – que o fato do cuidado dos desamparados ser uma ordem de Deus enfatizada por toda a Bíblia signifique que seja responsabilidade do governo civil fazer com que tal ordem deva ou que sequer possa ser cumprida”
Frank explica: “Ariovaldo Ramos faz de conta que existe a responsabilidade bíblica de que isso se cumpra por meio da imposição do governo civil, ainda que não exista qualquer ordem, mandamento ou evidência bíblica a respeito disso.”
E isso me conduz ao último e não menos importante tópico desta carta: o seu recente apoio a Política Nacional de Participação Social (PNPS), que submete todos os órgãos da administração federal a conselhos de “representantes da sociedade civil”.
A PNPS prevê a criação de “conselhos populares” formados por integrantes de “movimentos sociais” que poderão opinar sobre os rumos de órgãos e entidades do governo federal
Caro Ariovaldo, acredito que o senhor tenha experiência de vida e conhecimento histórico suficientes para entender que a democracia é frágil e pode ser seqüestrada por grupos organizados, principalmente se estes são financiados pelo partido no poder.
Lembro que o senhor rechaçou, com toda a razão, a afirmação ingênua de conservadores segundo os quais Marco Feliciano representava os evangélicos.
Mas o senhor acredita que movimentos de ultraesquerda representam o povo?
Isso também seria muito ingênuo. Todas as pesquisas sérias apontam um fato indigesto para os grupos de esquerda: a população é majoritariamente conservadora, quer, entre outras coisas, a diminuição da idade penal e punição exemplar aos corruptos.
Os tais movimentos sociais (todos eles financiados com verbas públicas) que ocupariam os conselhos “populares” estão umbilicalmente ligados a uma agenda de ruptura social que claramente não representa a vontade da maioria da população.
Os conselhos “populares” nada teriam de populares: seriam apenas mecanismos para dar poder a movimentos sectários e minoritários que não têm qualquer força eleitoral.
Alexis de Tocqueville alertava que o risco da democracia é que ela se suicide.

O senhor não pensa que é preciso ter mais prudência?

Os seus artigos e aforismos poéticos estão cada vez mais carregados de utopismo:
“Eu quero o socialismo dos crentes que, em meio à marcha dos trabalhadores e, diante do impasse do confronto com as forças do estabelecido, grita ao megafone: companheiros, avancemos! Deus está do nosso lado!”
Em nome de ideais utópicos, o senhor estimula os crentes a avançar contra a Polícia?
Caro Ariovaldo, isso não o faz lembrar dos jacobinos? Eles prometiam liberdade, igualdade e fraternidade, mas depois da Revolução Francesa entregaram um banho de sangue. E depois de tanto louvor à liberdade, o poder foi acabar nas mãos de Napoleão Bonaparte…
Sou jovem (ainda), mas aprendi que a natureza humana não permite que sonhemos com a construção de um Paraíso na Terra. Acredito que isso sequer tem base bíblica.
Nós somos seres caídos, desprovidos de sabedoria e virtudes, incapazes de produzir nada perfeito com nossas mãos. O Reino de Deus não pode ser forjado por nossos governos.
É estranho que o senhor, um pastor, aparentemente não pense assim.
Ao apoiar a criação de conselhos “populares” que fortalecem movimentos que não passam corrente de transmissão da agenda da ultraesquerda e do partido no poder, o senhor contribui para colocar nossa jovem e frágil democracia em perigo.

O senhor não percebe isso?

Infelizmente, a poesia e as boas intenções não são suficientes, caro Ariovaldo. É preciso prudência e humildade na política, afinal, fazer política é lidar com a vida dos outros!
Karl Popper e outros pensadores que são referências na ciência política defendem que a democracia não existe para nos conduzir a um futuro utópico, mas para evitar males concretos como o conflito fratricida pelo poder e a conseqüente ruptura do tecido social.
A democracia, dizia o velho Popper, é um regime que descarta a perfeição e nos permite a convivência entre grupos com interesses antagônicos através da alternância pacífica deles no poder. Democracia, caro Ariovaldo, não é o regime dos sonhos: apenas previne os pesadelos.
O manifesto de apoio a PNPS – que o senhor assinou – cita uma frase do teólogo Reinhold Niebuhr:  “A capacidade do homem para praticar a justiça torna a democracia possível; mas a inclinação do homem para a injustiça torna a democracia necessária.”
O senhor deve saber que Niebuhr, embora tivesse posições políticas liberais, era um conservador moral que criticava o “excesso de otimismo” dos liberais que negam as implicações de uma natureza humana corrompida desde o pecado original.
Infelizmente, caro Ariovaldo, parece ser este o seu caso. O senhor não considera o pecado original, tampouco nossa natureza viciada em poder, status, egoísmo. Dar poder demais a alguns homens supostamente bondosos é uma receita para a tragédia.
O ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) Carlos Velloso, o ex-ministro da Justiça Miguel Reale, o jurista Valmir Pontes Filho (que preside Comissão de Estudos Constitucionais da Ordem dos Advogados do Brasil), entre outros juristas, enxergam esse risco.
Se o senhor insistir com a falácia de que os tais conselhos servem para “aprofundar a democracia”, respondo com um dado histórico importante: eles foram criados em 1937, ou seja, no ano em que o Brasil caiu na ditadura do Estado Novo.
Caro Ariovaldo, só o que peço é que o senhor reflita – sobre os fatos, os dados históricos, o nosso estado de decadência moral oriundo do pecado original – e retire o seu apoio aos conselhos “populares” e toda a agenda dos grupos que querem a ruptura social.
E assim, talvez, o senhor evite entrar para a História como parte de um grupo de cúmplices de um golpe contra a nossa jovem democracia.
Abraços fraternais,
Thiago Cortês
Fonte: GospelPrime
Divulgação: www.juliosevero.com
Leitura recomendada:
Ariovaldo Ramos na Universidade Presbiteriana Mackenzie

sábado, 19 de julho de 2014

Brasil caminha como a Rússia em 1917:"O que é a intrigante e ameaçadora "dualidade de poderes"?

 
  19-07-2014
 
 
O que é a intrigante e ameaçadora "dualidade de poderes"?
 
 
Leo Daniele (*)
 
 
Sempre é bom recordar: o comunismo tomou o poder na Rússia em 1917, durante a Primeira Guerra Mundial. Como foi que isso se deu?
 
É interessante analisá-lo em câmara lenta. Numa primeira fase, houve uma dualidade de poderes. Na capital da Rússia estava o poder oficial, mas havia no front um poder paralelo que ia aos poucos ganhando força. Assim se estabeleceu a dvoevlastié (dualidade de poderes), a respeito da qual Lênin escreveu um estudo. (1) Infelizmente este foi pouco divulgado, exceto nas misteriosas células vermelhas, pois difundi-lo seria abrir o jogo.
 
Os dois poderes estavam em luta aberta, até que a dualidade de poderes deixou de convir ao comunismo, que havia ganhado força. Mudou-se então a palavra de ordem para todo poder aos sovietes; terminando assim a dualidade e iniciando a unicidade absoluta da ditadura vermelha no país.
 
Hoje, em países como a Colômbia, a guerrilha ocupa regiões inteiras. -- Seria uma repetição da tristemente famosa dvoevlastié(2) que precedeu a tomada do poder na Rússia pelo comunismo?
 
No Brasil, um pouco por toda parte, a organização social interna vai sendo minada pela incrível expansão da violência urbana. E não raro, os bandidos estão melhor armados que as polícias!
 
Em tais situações, estabelece-se de certa forma  algo ao modo da dvoevlastié russa, uma crônica dualidade de poderes. Há um poder paralelo difuso, que ordinariamente não tem caráter institucional nem se localiza em parte alguma como poder (por enquanto!), mas que mina a estabilidade do País.
 
Afirma o Instituto Plinio Corrêa de Oliveira, em matéria reproduzida  na revista Catolicismo de julho de 2014: “Fica assim instituído um sistema paralelo de poder, que consagra na prática uma ditadura do Executivo, na pessoa do Secretário-Geral da Presidência da República, atualmente o ex-seminarista Gilberto Carvalho, quem habitualmente faz a ponte entre o governo e a CNBB” (Comunicado do Instituto Plinio Corrêa de Oliveira, em 22 de junho de 2014).
 
-- O que resultará daí? O futuro a Deus pertence. Como diz o Comunicado supra, o decreto nº 8.243 vai operar uma “transformação radical nas instituições do Estado de Direito”, e poderá abrir as portas para “a tão almejada fórmula do atropelo e do arbítrio, típica dos regimes bolivarianos”.
 
Deus nos livre de uma dvoevlastié nacional, mas que ela não está distante é um fato!
_____________
_____________
   1. V. I. Lênin, La Dualidad de Poderes, Obras escogidas, Ed. Progreso, Moscou, 1970, 2, p. 40 ss.
    2. Ver François-Xavier Coquin, La Révolution Russe, PUF, Paris, 1974, p. 37 ss
(*) Leo Daniele é escritor e colaborador da ABIM.
 
 

 
 
 
Fonte: Agência Boa Imprensa – (ABIM)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...