COMO RECONHECER UM CRENTE/EVANGÉLICO?

Este é o nome de um artigo postado em blog brasileiro. Veja o que dizem de suas filhas e de vocês, irmãos e irmãs evangélicos. Conteúdo EXTREMAMENTE OFENSIVO, impróprio para menores de idade. Fica a pergunta: ONDE ESTÃO AS AUTORIDADES DESTE PAÍS? Maiores de idade cliquem aqui.

sábado, 1 de agosto de 2015

NÃO ASSINE MAIS PETIÇÕES DA AVAAZ, CHANGE.ORG....TUDO SOBRE O ESCÂNDALO DELES!!!

 TUDO SOBRE O ESCÂNDALO DO AVAAZ E CHANGE.ORG!!!




O Avaaz é uma ferramenta dos globalistas, parte da Rede do George Soros própria para fazer a implantação da nova Ordem Mundial.

A conexão de Soros é através do Grupo Move.On, o mesmo que esta envolvido no movimento "Occupy Wall Street". É uma rede intrincada e difícil de seguir, mas é basicamente Marxismo Cultural e Governo Mundial..

Fundadores da Avaaz são macacos velhos fazendo globalismo. Paul Hidler, Fundador de OpenDemocracy.net , um site de debate onde já participaram Kofi Annan, George Soros, e Opaco. Conta como Financiadores a Fundação Ford e a Rockefeller Brothers Fund,  Ricken Patel, Fundador da "Res Publica" da fiel América a serviço da Rockefeller Foundation, da Fundação Bill Gates e International Crisis Group (George Soros, Kofi Annan, Zbigniew Brzezinski, Jacques Delors, Shimon Peres) agora Diretor Executivo da Move.On.


SE FALA TANTO EM PETIÇÃO ESSA É BOA!
A consciência política americana.
(Texto traduzido)

Posicione-se contra a expansão comunista bolivariana no Brasil promovido pela administração de Dilma Rousseff.


Em 26/10/2014, Dilma Rousseff foi reeleita, e continuará o plano de seu partido para estabelecer um regime comunista no Brasil - nos moldes bolivarianos propostos pelo Foro de São Paulo. Sabemos que, aos olhos da comunidade internacional, a eleição foi plenamente democrática, mas as urnas utilizadas não são de confiança, além do fato de os chefes do Poder Judiciário, são na sua maioria membros do partido vencedor, PT. As políticas sociais também influenciaram na escolha da presidente, e as pessoas foram ameaçadas de perder o seu subsídio de alimentação se não reelegesse Dilma. Chamamos a atenção para um posicionamento da Casa Branca em relação à expansão comunista na América Latina. O Brasil não quer e não vai ser uma nova Venezuela, e os EUA precisam ajudar os promotores da democracia e da liberdade no Brasil.


SÃO DO MESMO GRUPO











Magno Malta denuncia uma farsa da AVAAZ





sábado, 5 de fevereiro de 2011

Petições da Avaaz rendem milhões de dólares. As campanhas são sérias ou é golpe na internet?


AVAAZ é uma ONG virtual de uma única pessoa que já faturou mais de 37 MILHÕES DE DÓLARES em doações feitas por internautas.

Pedidos de doações são disfarçados em textos apelativos de petições que exploram qualquer assunto em destaque na mídia. O dinheiro das doações vai para uma conta no exterior.

As mensagens são enviadas de um computador dos Estados Unidos. Ou seja, a ordem para brasileiros clicarem em alguma coisa vem de fora do País.
IP dos e-mails da Avaaz 69.60.9.158
Resultado da consulta: IP Address: 69.60.9.1 Country: United States

Esta ONG norte-americana surgiu há pouco tempo na internet pedindo doações em suas campanhas (petições) e já está MILIONÁRIA. Pertence a uma única pessoa conforme informações da declaração de imposto de renda apresentada ao fisco do governo dos Estados Unidos (Department of the Treasure - Internal Revenue Service).

Pesquisando na internet verifica-se que o dono da Avaaz tem várias ONGs virtuais e todas usam a mesma tática da Avaaz de pedir dinheiro pela internet enviado petições sobre assuntos com forte repercussão na imprensa.

Percebe-se que Avaaz é apenas um nome diferente para as ONGs virtuais MoveOn.org e Res Publica.

Uma de suas ONGs virtuais, Faithful América (FA), criada em 2004, explora o sentimento religioso das pessoas para pedir dinheiro em petições. O nome “Faithful América” pode ser traduzido como América da Fé. Em 2008 mudou de nome para Faith in Public Life (Fé na Vida Pública).

Pelas informações no site da FA, percebe-se claramente que trata-se de uma versão religiosa da Avaaz.org ou da MoveOn.org: A FA é uma comunidade online de milhares de cidadãos motivados pela fé para agir nas questões prementes morais do nosso tempo e mobiliza seus membros, solicitando sua participação nas petições de internet, campanhas de envio de cartas, manifestações, eventos e grupos de pressão.

A Avaaz apareceu no Brasil usando algum artifício para disparar em massa mensagens com as petições e pedido de doações para milhares de contas de e-mails do Brasil. Depois, alguns internautas brasileiros fizeram o resto do serviço para a Avaaz prospectar doadores aqui, reenviando as petições para seus contatos, que por sua vez repassaram para outros e assim por diante.

Em uma de suas primeiras mensagens a Avaaz dizia que tinha o poder até de “persuadir” o Presidente Lula. Imagine se isso fosse verdade. Uma ONG estrangeira, comandada por uma única pessoa, sem registro no Brasil (as doações de brasileiros vão para uma conta no exterior, via cartão de crédito internacional), dispara mensagens em massa de outro país capazes de influenciar até nosso Presidente.

Nos Estados Unidos é obrigatório as ONGs tornarem públicas suas declarações de imposto de renda. No ano passado a AVAAZ Foundation publicou em seu site as declarações de imposto de renda (Form 990), do período de 01 junho de 2006 até 31 de dezembro de 2009, apresentadas ao fisco do governo dos EUA (Department of the Treasure - Internal Revenue Service), que estão disponíveis nestes links
ARRECADAÇÃO de doadores

De acordo com estas declarações de imposto de renda apresentadas ao governo dos EUA a AVAAZ Foundation arrecadou em doações as seguintes quantias
01jun2006 a 31mai2007 – 1,093 MILHÕES DE DÓLARES
01jun2007 a 31mai2008 – 4,398 MILHÕES DE DÓLARES
01jun2008 a 31dez2008 – 1,275 MILHÕES DE DÓLARES
01jan2009 a 31dez2009 – 4,767 MILHÕES DE DÓLARES
01jan2010 a 31dez2010 – 6,742 MILHÕES DE DÓLARES
01jan2011 a 31dez2011 – 7,549 MILHÕES DE DÓLARES
01jan2012 a 31dez2012 – 11,611 MILHÕES DE DÓLARES 
TOTAL DO PERÍODO (jun/2006 – dez/2012): 37,437 MILHÕES DE DÓLARES.

DESPESAS – salário do diretor-executivo: R$ 40 mil por mês

Atividade de disparar mensagens em massa na internet tem um custo muito baixo, como pode ser verificado pelo reduzido número de funcionários declarado no imposto de renda (em 2008, por exemplo, tinha apenas seis). Então, o que o dono da avaaz.org faz com os milhões de dólares que arrecada?
Observem na declaração de imposto de renda de 2012, por exemplo, que foram gastos com consultoria 3,2 milhões de dólares e com salários, 2 milhões de dólares, enquanto que ajuda para entidades da África foi de 10 mil dólares e para salvar a Amazônia (Save the Amazon) foram gastos 15 mil dólares (declaração de 2011), temas que Avaaz mais explora para sensibilizar os doadores do primeiro mundo.

CREDIBILIDADE da AVAAZ - AS PETIÇÕES FUNCIONAM? 

A comodidade de alguém exercer a cidadania por você tem um preço. Já se constatou vários equívocos nas petições, como falhas de interpretação de matérias jornalísticas (do congresso nacional, exemplo), comemoração de vitórias que foram terríveis derrotas. Basta ler atentamente os textos que já se percebe algo estranho. O que é motivo para muitas desconfianças.

Petição sobre a Lei da Grilagem da Amazônia
Veja o equívoco da Avaaz na informação em seu site sobre o resultado da votação Medida Provisória (MP) da legalização da grilagem de terras na Amazônia. Ao contrário do que a Avaaz informa, a MP da grilagem virou lei e foi considerada uma das maiores derrotas da história do ambientalismo brasileiro.

Do site da Avaaz

A floresta Amazônica - No ápice de um momento de decisão em junho de 2009, membros da Avaaz no Brasil fizeram mais de 14.000 ligações e enviaram mais de 30.000 mensagens online ao presidente Lula em dois dias. No último momento, a pressão pública reverteu a lei que daria boa parte da floresta Amazônica para a exploração de agronegócios (Junho 2009). Uma grande vitória para o Brasil, e para o planeta, já que a Amazônia consome enormes quantidades de gases estufa que vem aquecendo o planeta.

Como todos sabemos, a MP da grilagem virou lei, isto é, foi aprovada e sancionada. Veja o que imprensa publicou na época
Petição sobre a Lei da Ficha Limpa. 

Em seu site a Avaaz comete exageros em sua propaganda internacional. Reinvidica ter sido responsável pela lei da ficha limpa no Brasil. A Avaaz faz propaganda para sensibilizar doadores dos países desenvolvidos que acordou os brasileiros e ensinou como se combate a corrupção. Com sua poderosa força das petições tomou a iniciativa de mobilizar os brasileiros e pressionou o Congresso Brasileiro para fazer a Lei da Ficha Limpa, que acabou com os políticos corruptos.

Do Site da Avaaz

Brasil (730.000 membros) Nós fizemos um movimento online civil da sociedade e encaminhamos uma lei anti-corrupção através do congresso que está colocando um largo número de políticos na rua - largamente propagada como revolução política.

Para quem não sabe, as assinaturas da iniciativa popular já estavam sendo coletadas bem antes da Avaaz ter prospectado o assunto na mídia porque estava tendo forte repercussão. Na verdade, a Avaaz disparou a petição da ficha limpa pela primeira vez somente na véspera da votação na câmara. E existem regras para se propor leis por iniciativa popular e não são válidas petições de internet. Precisa ser um abaixo-assinado convencional (com assinatura a caneta e anotação dos documentos de identificação, como o título de eleitor).

De acordo com o artigo 61 da Constituição, uma "iniciativa popular pode ser exercida pela apresentação à Câmara dos Deputados do projeto de lei subscrito por, no mínimo, um por cento do eleitorado nacional, distribuído pelo menos por cinco Estados, com não menos de três décimos por cento dos eleitores de cada um deles". Portanto, as pessoas tinham que assinar em uma folha de papel timbrado e anotar seus documentos.

E o que a Avaaz fez quando prospectou o assunto na mídia foi enviar e-mails para as pessoas explorando o tema com pedidos de doações induzindo as pessoas a pensarem que estavam contribuindo para as 1,6 milhões de assinaturas. Outra questão: Seria inconstitucional uma ONG estrangeira tomar uma iniciativa de propor uma lei. Seria violação da soberania nacional. A constituição é bem clara: somente cidadãos brasileiros podem tomar a iniciativa de propor leis.

Outra constatação do oportunismo da Avaaz ocorreu quando a lei tinha sido aprovada na Câmara havia 20 dias e já estava há 3 dias no senado (e voltou a ser destaque na mídia). Então, a Avaaz mandou uma mensagem estranha com o seguinte teor: Vencemos! A lei da ficha limpa foi aprovada, agora deverá ir para o Senado. Nas próximas semanas vamos precisar de vocês novamente para pressionar o Senado. Ou seja, mandou esta mensagem esquisita do resultado da votação na Câmara 20 dias depois do fato ter ocorrido e quando faltava apenas 1 dia para o prazo dos senadores aprovarem a Lei da Ficha Limpa (para valer nas eleições de 2010).

É incrível as pessoas acreditarem na seriedade destas petições. Exercer a cidadania, provocar as mudanças no Mundo, exige muito mais esforço do que ficar na frente do computador clicando e repassando e-mails com pedido de doações. Exercer a cidadania não é ajudar a iludir as pessoas espalhando pela internet estas mensagens.

Se arrecadaram milhões de dólares por que não contratam jornalistas especializados? Por que não contratam um sistema de auditoria para atestar a autenticidade destas petições?

No exterior, há também muitas críticas, dúvidas e desconfianças sobre a eficácia das campanhas. Uma pessoa, por exemplo, acusa a Avaaz de ter fornecido seu e-mail para anunciantes (veja abaixo); quando se conferiu a autenticidade de uma petição no Canadá, descobriu-se IPs falsos. O dono da Avaaz alega que alguém entrou no sistema e inseriu aqueles milhares de IPs falsos e entrou na justiça exigindo investigação. Comenta-se na imprensa que devido ao sucesso de arrecadação de MILHÕES DE DÓLARES em doações é provável que muitos golpistas já tenham clonado a Avaaz pelo mundo inteiro e lançam as petições com pedido de doações desviados para uma conta particular.

COMENTÁRIOS – Forum da Austrália e blog da Irlanda

AUSTRÁLIA - Forum, acessado em 05/02/2011
Tradução
18 de dezembro 2010
Titulo da postagem: Avaaz é uma farsa

Recentemente aderi a uma petição da Avaaz, enviada por um amigo.

Hoje recebi um e-mail pedindo dinheiro. Eles dizem que têm 6,5 milhão de membros e que aumenta em 60.000 por semana.

Uma doação muito pequena de $ 3 ou $ 5 por semana a partir de 10.000 Avaazers cobriria todos os custos para manter uma pequena equipe, ajudando a salvar vidas em situações de emergência humanitária, a proteção do meio ambiente e dos animais, combater a corrupção e o crime organizado, trazer a paz e reduzir a pobreza ..
Objetivos ambiciosos: Eu me pergunto o que aconteceria se os 6,5 milhões doassem US $ 3 a US $ 5 por semana.

Que efeito isso teria? Eu entendo que eles mantenham em sigilo as identidades das pessoas que assinam suas petições. Isto quer dizer que é um desperdício de tempo e eles poderiam simplesmente inventar um número qualquer de adesões? Os governos realmente dão importância para números de petição que não se pode ser verificado?

Eu estou querendo saber se isso pode ser um golpe visando atingir os sentimentos das pessoas de querer fazer algo pela humanidade mas na verdade acabam deixando alguém rico.

Texto original

Avaaz is it a scam
Recently I joined a Avaaz petition as a result of having it forwarded to me by a friend.
Today I received an email asking for money. They say they have 6.5 million members and are growing by 60,000 per week.
A very small donation of $3 or $5 per week from 10,000 Avaazers would cover all the core costs of our small team, helping to save lives in humanitarian emergencies, protect the environment and wildlife, fight corruption and organized crime, push for peace and reduce poverty.
Lofty aims. I wonder what could happen if the 6.5 million donate $3 to $5 per week.
What effect have they actually had. I understand they keep confidential the identities of people that sign their petitions. Does this mean it is a waste of time and they could just make up the numbers? Do governments really take notice of petition numbers that they cannot have verified.
I am wondering if this may be a scam targeting peoples feelings of wanting to have an effect in the world but in the end making someone rich.

IRLANDA - Blog, acessado em 05/02/2011
Posted on 2007/06/14 by dahamsta (dahamsta is Adam Beecher, an Internet consultant based in Cork City, Ireland)

Tradução
Titulo da postagem: NÃO ASSINE AS PETIÇÕES DA AVAAZ

Não se dá valor ao seu endereço de e-mail, esta é a verdade. Eu assinei um bom número de petições estimulado pela minha irmã, mas recentemente eu comecei a receber spam no e-mail exclusivo que criei para se inscrever no site da Avaaz. Eu relatei isso para a Avaaz e recebi a garantia de que eles não vendem ou compartilharam a sua lista, mas que já receberam denúncias semelhantes e estão investigando. Perguntei-lhes sobre os resultados da investigação, mas eles não responderam nada. Obviamente, a segurança foi violada.

Texto original

Don’t sign avaaz.org petitions
Not if you value your email address, that is. I’ve signed quite a few of them on prompting from Sista, but recently I’ve started received spam on the unique email address I set up to subscribe. I reported it to Avaaz and received an assurance that they don’t sell or share their list, but that they’ve received reports and are investigating. I asked them to follow up, they didn’t. Obviously their security has been breached.

 Germano Woehl Jr .    Fonte: (AQUI)



Osvaldo Aires Bade Remarks Bem Roubados na "Socialização" - ESTOU Entre OS 80 Milhões   Me Adicione no Facebook 

Sites de petição Opaco Recomendo:
1 º - A Casa Branca ( Aqui )

2 º - Petição Pública Brasil ( Aqui )
3 º - Citizengo ( Aqui

- MAIS SOBRE O TEMA!


.
2 º - AVAAZ, O bolivarianismo DE Butique DE ABRAMOVAY. OU: SOMOS TODOS Obrigados A FAZER AS VONTADES DOS Financiadores DE UMA MULTINACIONAL ONG (AQUI)
.
3 º - A PIADA do Milênio: SENADOR MÁRIO COUTO E A NOVA JOANA D'ARC DA POLITICA NACIONAL - E PARA QUE SERVE A AVAAZ (AQUI) 
4 º - LINKS AQUI To Us Link: ( AQUI ), ( AQUI ), ( Aqui ), ( Aqui ), ( Aqui ), ( Aqui ), ( Aqui )

DESCOBERTO PORQUE LULA DEU 25 MILHÕES PARA O HAMAS E DILMA ENDOSSOU:SÃO TERRORISTAS COMO ELES!

VEJAM POR QUE TANTOS BRASILEIROS DEFENDEM A PALESTINA! ENTIDADE QUE FINANCIAVA O TERRORISMO DO HAMAS ERA DIRIGIDA POR BRASILEIRO, HOJE NA CADEIA


O brasileiro Shukri Abu Baker deixa o tribunal em Dallas, no Texas, em outubro de 2007. Ele cumpre pena nos EUA por financiar entidade terrorista; seu irmão Jamal, também brasileiro, foi dirigente do Hamas no Sudão e no Iêmen, e hoje está na convulsionada Síria (Foto: Jéssica Rinaldi / Reuters)

A conexão brasileira do Hamas
Para começar não é a toa que o Brasil não tem lei contra Terrorismo.
Documentos da maior entidade de financiamento do grupo terrorista, fechada em 2001, revelam que seu ex-chefe é brasileiro e que seus agentes atuaram no país
Por mais que as autoridades brasileiras neguem, seguem aparecendo provas de que organizações terroristas de orientação islâmica estendem seus tentáculos no país. Em abril de 2010, uma reportagem de VEJA revelou as conexões de cinco grupos extremistas no Brasil.
Agora, a análise de processos judiciais e de relatórios do Departamento de Justiça, do Exército e do Congresso americanos expõe laços de extremistas que vivem aqui com a Fundação Holy Land (Terra Santa, em inglês), uma entidade que durante treze anos financiou e aparelhou o Hamas, o grupo radical palestino que desde 2007 controla a Faixa de Gaza e cujo objetivo declarado é destruir o estado de Israel.
A Holy Land tinha sede em Dallas, no Texas, e era registrada como instituição filantrópica. Descobriu-se que havia enviado pelo menos 12,4 milhões de dólares ao Hamas e que ajudava o grupo a recrutar terroristas nos Estados Unidos e na América do Sul.
Em 2001, entrou para a lista de organizações consideradas terroristas pela ONU e, em 2008, seus diretores foram condenados na Justiça americana por 108 crimes, entre os quais financiamento de ações terroristas, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha. A maior pena, de 65 anos de prisão, foi para Shukri Abu Baker, fundador, presidente e diretor executivo da Holy Land, que hoje cumpre a duríssima pena numa cadeia do Texas.
Curiosamente, passou despercebido o fato de que Baker é brasileiro. Mais do que isso: durante muitos anos ele manteve operações no Brasil, e alguns de seus comparsas ainda estão por aqui.

O manual: A Holy Land era uma entidade filantrópica de fachada, cujo verdadeiro objetivo era arrecadar fundos para o Hamas e montar células do grupo terrorista nos Estados Unidos e na América do Sul. A polícia americana encontrou entre os documentos da Holy Land um “Manual de Implementação do Plano para o Ano (1991-1992)”. Entre as metas estavam: “63 — Multiplicar o número de Ikhwans (milícias a favor da Jihad) no Brasil. (...) 161 — Completar a identificação do nível (de comprometimento) dos irmãos brasileiros e das Guianas. (...) 166 — Assegurar um computador e um gravador de fita para o Brasil. (...) 168 — Abrir Usras (grupos de doutrinação islâmica) no Brasil”

Shukri Abu Baker nasceu em Catanduva, no interior de São Paulo, em 3 de fevereiro de 1959. Sua mãe, Zaira Guerzoni, é filha de italianos e seu pai, Ahmad Abu Baker, um imigrante palestino.
Em 1965, Shukri, seus pais e seus dois irmãos mudaram-se para a Cisjordânia.
Ele terminou os estudos no Kuwait, mudou-se para a Inglaterra, onde fez faculdade, e em 1980 se estabeleceu nos Estados Unidos. Em 1988, com Mohammed El-Mezain e Ghassan Elashi, fundou a Holy Land. Enquanto isso, seu irmão Jamal Abu Baker, também brasileiro, adotava o nome de Jamal Issa e subia as escadas de poder do Hamas — primeiro na filial do Sudão e, depois, na do Iêmen.
Jamal, atualmente radicado na Síria, foi um dos líderes do Hamas a receber os 1 027 presos que Israel libertou em troca do soldado Gilad Shalit, em outubro passado.

O indiciamento: Documento de 2004 do processo contra os diretores da Holy Land afirma: "Em ou por volta de 1988, a Fundação Holy Land para Assistência e Desenvolvimento ('HLF') foi criada, entre outros, pelos acusados Shukri Abu Baker, Mohammed El-Mezain e Ghassan Elashi, para dar apoio financeiro e material ao Hamas". Em outro trecho, o documento descreve uma reunião do grupo: "Os presentes discutiram a necessidade de esconder seus verdadeiros motivos e objetivos doando quantidades pequenas a outras obras de caridade não palestinas. O acusado Shukri Abu Baker expressou o consenso ao dizer: 'Podemos dar 100 000 aos islamitas e 5000 aos outros'".

Na transcrição de uma ligação telefônica feita no dia 30 de janeiro de 2000, Jamal e Shukri Baker discutem as vantagens de usar um programa de computador para fazer chamadas internacionais para o Brasil.
Os contatos com o país natal que realmente interessavam aos irmãos terroristas não eram os familiares. Eles tinham “negócios” por aqui. Prova disso é que a Holy Land pagou viagens de representantes do Hamas ao Brasil, a fim de arrecadar fundos.
El-Mezain esteve no país por três semanas em 1993, para conseguir dinheiro e “avaliar como andavam as atividades da Holy Land”, diz um documento da fundação. Entre os planos de ação para o ano de 1992 estava “aumentar o número de Ikhwans (milícias jihadistas) no Brasil”.

El-Din posa como papagaio de pirata com Lula, em foto postada pelo xeque no Facebook

Segundo o depoimento do ex-embaixador dos Estados Unidos na Organização dos Estados Americanos (OEA) Roger Noriega ao Congresso dos EUA em julho passado, as operações da Holy Land na Tríplice Fronteira — região entre Brasil, Argentina e Paraguai — eram comandadas pelo xeque Khaled Rezk El Sayed Taky El-Din.
De fato, o clérigo islâmico aparece nas agendas telefônicas da Holy Land como um contato “importante” na América do Sul. Noriega também confirmou informações de que, em 1995, El-Din hospedou em Foz do Iguaçu Khalid Sheikh Mohammed, terrorista da Al Qaeda que organizou os atentados de 11 de setembro de 2001.
O xeque estava à frente da mesquita de Guarulhos havia onze anos, mas pediu demissão em junho passado. Hoje, é diretor para assuntos islâmicos da Federação das Associações Muçulmanas no Brasil (Fambras).





Procurado por VEJA, El-Din negou envolvimento com a Holy Land e com Shukri Baker. Outro contato da Holy Land no Brasil, de acordo com uma investigação encomendada pelo Departamento de Justiça americano em 2005, era Ayman Hachem Ghotme, considerado o principal arrecadador de fundos para o Hamas na Tríplice Fronteira.
O libanês chegou a ser preso em 1998 pela Polícia Nacional do Paraguai, suspeito de envolvimento com o grupo terrorista Hezbollah. Depois do fechamento da Holy Land, Ghotme teria passado a comandar uma célula do Hamas especializada em contrabando e tráfico de drogas em Foz do Iguaçu, onde reside até hoje. Na semana passada, a reportagem de VEJA foi informada por seus parentes na cidade de que Ghotme está no Líbano.

O xeque: Entre os documentos da Holy Land há uma agenda em árabe intitulada “Importantes números de fax e telefone (seção Palestina/Fora da América)”. O 12º nome da lista é o de Khaled Taky El-Din, que então vivia no Araguai.

Documentos secretos divulgados pelo WikiLeaks revelam que os Estados Unidos não têm conseguido sensibilizar o governo brasileiro para prestar atenção nas conexões do terror estabelecidas no país.
Entre novembro de 2002 e fevereiro de 2010, a Embaixada dos Estados Unidos em Brasília produziu 279 telegramas que tocam nessa questão. Em duas dezenas deles, informa-se que os americanos pediram ao governo brasileiro a investigação de dezesseis pessoas e organizações ligadas ao terrorismo internacional.
As autoridades daqui se limitaram a pesquisar no Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf). No âmbito policial, a julgar pelo relato dos telegramas, nenhuma medida foi tomada. O governo brasileiro também hesita em estabelecer uma lei antiterror, alegando que ela atrairia terroristas, o que em raciocínio inverso equivale a dizer que ladrões só roubam porque existem leis de crimes contra o patrimônio.
“Não se percebe a relevância de uma lei antiterror porque até agora fomos poupados de ataques”, diz Rubens Ricupero, ex-embaixador nos Estados Unidos. Enquanto isso, extremistas estão livres para conspirar no Brasil.
(Reportagem de Julia Carvalho publicada na edição de VEJA de 21 de dezembro de 2011)




Publicado em 4 de out de 2013

Quais os planos do Islã (Irmandade Muçulmana)? Como pode a esquerda está apoiando eles e vice-versa? 

Não deixem de assistir! No Brasil isso também está ocorrendo. Ou vocês ainda não notaram o crescimento do Islã, principalmente nas regiões mais pobres?

E, engraçado é que as estratégias são bem parecidas (iguais em diversos pontos) às estratégias comunistas. 


Fonte: http://cinenegocioseimoveis.blogspot.com.br/2014/07/vejam-por-que-tantos-brasileiros.html


Osvaldo Aires Bade Comentários Bem Roubados na "Socialização" - Estou entre os 80 milhões


sexta-feira, 31 de julho de 2015

Brasil não reconhece mais Jerusalém como capital de Israel

Brasil não reconhece mais Jerusalém como capital de Israel

Governo Dilma tenta apagar decisão histórica de Oswaldo Aranha

Jarbas Aragão
Comentário de Julio Severo: A matéria a seguir, do GospelPrime, revela que o governo de Dilma parou de reconhecer Jerusalém como capital de Israel. Estou surpreso, pois eu não sabia que o governo brasileiro fazia esse reconhecimento. Como maior país católico do mundo, era de esperar que o Brasil seguisse o Vaticano, que nunca reconheceu Jerusalém como capital de Israel. Aliás, a postura tradicional do Vaticano, que não difere muito da postura do governo socialista do Brasil, é ser contra Israel. A única grande exceção no Brasil católico era Dom Pedro II que, apesar de católico, amava muito os judeus. Mas ele foi derrubado. Entretanto, o pior é que os EUA, a maior nação evangélica do mundo e que se dizem aliados de Israel, nunca reconheceram Jerusalém como capital de Israel. Agora, o Brasil entrou oficialmente no mesmo barco do Vaticano e dos EUA. Eis a matéria do GospelPrime:
O moderno Estado de Israel reconhece que a articulação do diplomata brasileiro Oswaldo Aranha foi fundamental. Ele foi nomeado Presidente da Assembleia Geral da ONU, quando foi votada e aprovada a independência do Estado Judeu, após quase dois mil anos. A gratidão dos judeus é grande até hoje, sendo que existe uma rua em Tel Aviv com o nome dele.
Durante muitos anos os dois países tiveram boas relações. Contudo, desde o primeiro mandato de Dilma, isso foi se deteriorando. Ano passado, o Brasil foi um dos 29 países no Conselho de Direitos Humanos da ONU que votaram para a ONU investigar as ações de Israel contra terroristas islâmicos em Gaza (17 países se abstiveram, e apenas os EUA se opuseram).
Além disso, o Embaixador do Brasil em Tel Aviv foi chamado a Brasília para consultas. Cogitou-se que os países poderiam romper as relações diplomáticas. Após o imbróglio, o porta-voz do Ministério do Exterior, Yigal Palmor decretou: “Esta é uma demonstração lamentável porque o Brasil, um gigante econômico e cultural, continua a ser um ‘anão diplomático’”.
Agora, o portal Gospel Prime teve acesso ao passaporte de crianças brasileiras nascidas em Jerusalém. Estranhamente, cita-se a cidade, mas o espaço para o país é deixado em branco. Trata-se de um documento oficial, o que revela ser essa uma decisão federal.
Embora não tenha afirmado isso publicamente, o Brasil parece estar seguindo os passos dos Estados Unidos, que no mês passado parou de emitir passaportes de filhos de americanos nascidos em Jerusalém com a identificação que a cidade, de fato, fica em Israel.
Conforme previam analistas, essa decisão parece ter criado um efeito dominó, influenciando outras nações. Desde sua vitória na Guerra dos Seis Dias (1967), Israel reivindica Jerusalém como sua a capital “histórica e indivisível”. Os palestinos consideram a parte oriental da cidade como “território ocupado” e objeto de disputa.
Existem fortes indícios que o Conselho de Segurança da ONU deverá votar uma resolução para estabelecer definitivamente um Estado palestino. A atitude do Itamaraty indica que desta vez, o povo de Israel não poderá contar com o apoio dos diplomatas brasileiros.
A denúncia foi encaminhada ao Gospel Prime pela pastora Jane Silva. Ela conta que ligou para a Embaixada do Brasil em Tel Aviv e falou com o Conselheiro Sergio Pena. Ele confirmou a ordem do governo brasileiro e justificou que Jerusalém não pertence ao Estado Israel.
Fonte: GospelPrime
Divulgação: www.juliosevero.com
Recomendação:


Livro gratuito: http://bit.ly/11zFSqq
Novo Testamento gratuito em mp3 dramatizado com música

Para fazer o download, siga este link:

http://juliosevero.blogspot.com/2012/12/novo-testamento-dramatizado-disponivel.html

quinta-feira, 30 de julho de 2015

RESPOSTA AO PADRE PAULO RICARDO SOBRE A VIRGINDADE DE MARIA DEPOIS DO NASCIMENTO DE JESUS!

RESPOSTA AO PADRE PAULO RICARDO SOBRE O ERRO TEOLÓGICO DA VIRGINDADE DE MARIA DEPOIS DO NASCIMENTO DE JESUS  E A PROVA DA EXISTENCIA DE IRMÃOS E IRMÃS  DE SANGUE DE JESUS, NASCIDOS DE MARIA E JOSÉ.
Link: http://www.youtube.com/watch?v=MWGW02v4r_4&feature=em-subs_digest

Sei do grande valor da forte defesa dos valores da família e casamento tradicionais, contra o aborto, do Padre Paulo Ricardo. Porém, se faz necessário expor a verdade sobre o tema acima, uma vez que ele se aproveita de seu canal do Youtube para expor dogmas da Igreja Católica que são frontalmente contra o Livro que eles também chamam de "Palavra de Deus", a Bíblia Sagrada.

Depois de ver o VÍDEO acima, agora leia os comentários abaixo sobre os ERROS DE EXEGESE cometidos pelo Padre Paulo Ricardo:
Bastaria apenas um versículo bíblico que está em Mateus capítulo 1 verso 25 para mostrar que Maria não continuou virgem depois do nascimento de Jesus, veja:
"E não a conheceu até que deu à luz seu filho, o primogênito; e pôs-lhe por nome Jesus".
A Bíblia não diz que Maria deu a luz um filho único, mas sim que Jesus foi o primeiro de outros que viriam depois. Primogênito significa o primeiro dos filhos (plural).

O Padre começa dizendo: "Maria não teve nenhuma relação com José, nem antes e nem depois do parto permanecendo sempre virgem. Como então explicar o verso acima e a realidade da existência dos irmãos de Jesus?"  Em  Mateus 13:55-56 diz: “Não é este o filho do carpinteiro? e não se chama sua mãe Maria, e seus irmãos Tiago, e José, e Simão, e Judas.
RE:No texto citado por ele, acima, a palavra é IRMÃO vem da palavra grega : Αδερφός και (adelphoi). Vejamos a palavra PRIMO  que aparece em Colossenses 4:10: “Saúda-vos Aristarco, meu companheiro de prisão, e Marcos, o PRIMO de Barnabé..”. No grego para o termo PRIMO, aparece a palavra grega : ξάδερφος, diferente da palavra IRMÃO no grego, como vimos acima.


Confirme a veracidade do que dizemos aqui: Use a opção translator do “WORD” e traduza ambas as palavras e veja que são diferentes. A primeira é traduzida por IRMÃO e a segunda por PRIMO. Jamais os citados poderiam ser PRIMOS de Jesus. Eram irmãos mesmo.
E o texto é claro: São filhos de José e Maria, pois Jesus também era carpinteiro. Veja  em Marcos 6:3: Não é este o carpinteiro, filho de Maria, irmão de Tiago, de José, de Judas e de Simão? e não estão aqui entre nós suas irmãs? E escandalizavam-se dele”.

Outra grande  “gafe” foi  o Padre não ler lido o versículo 56, logo a seguir ao texto inicial citado por ele, que diz sobre as IRMÃS de Jesus tambem: “? E não estão entre nós todas as suas irmãs? De onde lhe veio, pois, tudo isto?”.
PADRE: APENAS ISTO JÁ SERIA SUFICIENTE, mas vamos continuar:
 Em Galatas, capitulo 1:18-19: “Depois, passados três anos, fui a Jerusalém para ver a Pedro, e fiquei com ele quinze dias. E não vi a nenhum outro dos apóstolos, senão a Tiago, irmão do Senhor”, onde Paulo diz que foi a Jerusalém e que não encontrou lá a não ser Cefas (Pedro) e Tiago, irmão do Senhor.

RE: Sim, Padre, Paulo se encontra com Tiago, irmão do Senhor, porém, a Bíblia não diz aí que o Tiago citado seja um dos dois Tiago citados no rol de apóstolos quando Jesus os escolheu, pois se o fosse teria citado como o fez nos outros textos. Não há dúvidas de que este é um terceiro Tiago que sómente mais tarde integrou o grupo de apóstolos, como Paulo que foi mais um Apóstolo . E aí como fica? O padre cita apenas DOZE apostólos, mas mais tarde é agregado Paulo, este cita outro Tiago como sendo apóstolo e irmão do Senhor, casando com o verso inicial deste aritgo. E depois outros segundo o livro “EUZÉBIO DE CESARÉIA” da CPAD (Editora da Igreja Assembéia de Deus) escrito no século III, que mostra quem foram os continuadores do ministério do APOSTOLADO iniciado pelos doze: depois veio Paulo e Tiago, irmão do Senhor  (não sabemos a ordem)  e depois vieram Tito e outros.  Euzébio cita 16 apóstolos que foram reconhecidos apenas no PRIMEIRO SÉCULO. Porém, apenas o texto bíblico é suficiente. O padre formulou um pensamento vicioso no meio Católico para defesa da VIRGINDADE DE MARIA e tenta distorcer os fatos bóiblicos mas cai em contradição, pois este Tiago citado está identificado como sendo “irmão do Senhor”, como vimos no verso citado no inicio deste artigo.
Se o “apostolado” tivesse se encerrado com os DOZE iniciantes, Paulo não teria sido reconhecido Apóstolo e o próprio Paulo escreve em Efésios 4, versos 11-12 que “E Ele mesmo(Jesus) deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores, Querendo o aperfeiçoamento dos santos, para a obra do ministério, para edificação do corpo de Cristo”. A citação entre parenthesis é minha.
Oras se Paulo afirma que Jesus mesmo deu dons para uns serem APOSTOLOS e Jesus já havia morrido e ressucitado quando Paulo se converteu, então o significado de APOSTOLO diverge do que o Padre fala ser APENAS os PRIMEIROS DOZE ESCOLHIDOS POR JESUS PARA SEREM APOSTOLOS.

Vieram outros depois. Isto significa que o dom ministerial de APÓSTOLO não ficou apenas nos DOZE citados pelo Padre e com certeza o TIAGO, irmão de Jesus veio a ser considerado apóstolo mais tarde, pois a própria Bíblia, nos evangelhos, afirma que seus irmãos, inicialmente, não creram que ele fosse vindo da parte de Deus. Veja também a preocupação de Paulo com os possíveis irmãos de Jesus que no texto anterior diz que ‘não criam’ ser Jesus vindo de Deus. Veja Atos 12:17: “E acenando-lhes ele com a mão para que se calassem, contou-lhes como o Senhor o tirara da prisão, e disse: Anunciai isto a Tiago e aos irmãos. E, saindo, partiu para outro lugar. Este Tiago aqui tem tudo para ser o “irmão” de sangue de Jesus, pois a maioria deles não tinham crido ser Jesus vindo da parte de Deus, como diz no texto anterior. Nos textos que falam em Tiago e João, filhos de Zebedeu não diz que eles tinham outros irmãos, porém, o Tiago irmão do Senhor sim. Eram QUATRO irmãos além de irmãs (no plural), não afirma quantas.
Então os Tiago citados não é o Tiago, apostolo mais tarde que provavelmente escreveu a Epístola com seu nome. Três diferentes pessoas tinham o mesmo nome TIAGO e isto está claro nas escrituras. Só torce a sardinha para seu lado quem quiser deturpar o texto bíblico.
PADRE: Sabemos que Tiago,nomeado aí como  irmao do Senhor, é um apóstolo.
RE: Onde o senhor, Padre, encontrou isto? O texto citado não está relacionado com os DOZE apóstolos escolhidos INICIALMENTE pelo Senhor. O Tiago citado neste texto vai ser Apóstolo bem mais tarde e sómente pela Epístola que tem o nome dele é que podemos concluir sere le o TIAGO, irmão do Senhor citado em : Mateus 13:55-56 diz: “Não é este o filho do carpinteiro? e não se chama sua mãe Maria, e seus irmãos Tiago, e José, e Simão, e Judas.
PADRE: Mas se nós formos na lista dos 12 apostolos quem são os Tiagos ali. São dois Tiagos : o Tiago maior e o Tiago menor. O Tiago maior, é o filho de Zebedeu, irmão de João, pois bem, não é este que é o irmão de Jesus. Trata-se de outro Tiago, o Tiago menor, apelidado de menor que é filho de Alfeu . É isto que vc pode constatar claramente nas várias listas dos apóistolos em :
Mateus 10:2-4 “Ora, os nomes dos doze apóstolos são estes: O primeiro, Simão, chamado Pedro, e André, seu irmão; Tiago, filho de Zebedeu, e João, seu irmão; Filipe e Bartolomeu; Tomé e Mateus, o publicano; Tiago, filho de Alfeu, e Lebeu, apelidado Tadeu; Simão o Zelote, e Judas Iscariotes, aquele que o traiu”.
 Marcos 3:16-19 : “A Simão, a quem pôs o nome de Pedro,E a Tiago, filho de Zebedeu, e a João, irmão de Tiago, aos quais pôs o nome de Boanerges, que significa: Filhos do trovão; E a André, e a Filipe, e a Bartolomeu, e a Mateus, e a Tomé, e a Tiago, filho de Alfeu, e a Tadeu, e a Simão o Zelote, E a Judas Iscariotes, o que o entregou”.
Lucas 6:13-16: “E, quando já era dia, chamou a si os seus discípulos, e escolheu doze deles, a quem também deu o nome de apóstolos: Simão, ao qual também chamou Pedro, e André, seu irmão; Tiago e João; Filipe e Bartolomeu; Mateus e Tomé; Tiago, filho de Alfeu, e Simão, chamado Zelote; E Judas, irmão de Tiago, e Judas Iscariotes, que foi o traidor”.
RE: Sim os Tiago citados nestes três textos (similares) fala que eles NÃO eram irmãos do Senhor. Eles estão identificados nos próprios textos informando que não se trata do Tiago, irmão de Jesus. Cita dois Tiago que foram INICIALMENTE escolhidos por Jesus como APÓSTOLOS. Porém, Tiago, irmão do Senhor, só entrou para o apostolado mais tarde, pois é citado por Paulo em Gálatas 1:19 : ´E não vi a nenhum outro dos apóstolos, senão a Tiago, irmão do Senhor”. Este Taigo não se identifica como sendo qualquer um dos dois Tiago escolhidos como Apóstolos pelo Senhor inicialmente que são identificados na grande maioria onde são citados. Busque pela palavra Tiago e vais ver que a afirmação acima é verdadeira. Quando não citam seus pais, citam os dois Tiago e João, citam que estavam os disciuplos(apóstolos) reunidos. Com certeza, na grande maioria dos textos dá para se identificar de que Tiago está se tratando ser filho de Zebedeu, ou de Alfeu ou do irmão de Jesus, citado em Gálatas 1:19 citado acima.  
PADRE: Então já identificamos uma coisa que este Tiago, irmão de Jesus, não é filho de José.  Alguem poderia dizer que Maria ficou viuva de José e se casou com outro sujeito e teve filhos com outro homem,
RE: Onde o Padre encontrou isto na Bíblia. Isto é sua conclusão. Acima nós mostramos que os dois Tiago que foram feitos Apóstolos jamais foi o Tiago, irmão do Senhor. Ninguém pode fazer alusões ou inferências que o texto não diz. Provamos acima com a própria Bíblia os fatos reais. Galatas 1:19 fala de outro Tiago e não dos dois apóstolos dentre os DOZE escolhidos por Jesus. Não podemos inferir ao texto sugestões particulares quaisquer. A Bíblia deve ser interpretada puramente com a Bíblia. E o senhor tira conclusões sem fundamento Bíblico.
CONCLUSÃO : Sua exegese, caro Padre Paulo Ricardo, contradiz os textos bíblicos a respeito de Tiago e infelizmente o senhor fugiu de comentar sobre os demais irmãos de Tiago e bem como das irmãs que são citadas no verso seguinte ao que o senhor usou para justificar a doutrina errônea do Catolicismo sobre a VIRGINDADE DE MARIA, bem como sobre a impossibilidade de Maria ter tido outros filhos. É uma mentira “deslavada”, sem qualquer fundamento bíblico.
PADRE: mas o fato é que nós sabemos quem era a mãe de Tiago e ela não é a mãe de Jesus. E isto nós vemos aos pés da cruz. Se formos olhar os textos do evangelho que nos falam de Maria, mãe de Jesus , nós vamos ver que ela estava acompanhada de outras três outras mulheres.
Vejamos quem são elas em Mateus 27:55-56: “E estavam ali, olhando de longe, muitas mulheres que tinham seguido Jesus desde a Galiléia, para o servir; Entre as quais estavam Maria Madalena, e Maria, mãe de Tiago e de José, e a mãe dos filhos de Zebedeu”.
Vemos depois em Marcos 15:40 : “E também ali estavam algumas mulheres, olhando de longe, entre as quais também Maria Madalena, e Maria, mãe de Tiago, o menor, e de José, e Salomé” que provavelmente é a mãe dos filhos de Zebedeu, chamava-se Salomé. O fato é que Marcos neste mesmo versículo fala com toda clareza que Maria, mãe de Tiago, o menor, e de José que estava lá aos pés da cruz.
RE: Primeirmentge, os textos acima NÃO falam sobre Maria, mãe de Jesus. Afirmam que essas mulheres “tinham seguido Jesus desde a Galiléia para o servir”. Não existe outro texto na bíblia que diga que Maria, mãe de Jesus, o servia, mas sim de outras Marias. As Marias que estavam aí, nenhuma era a Maria mãe de Jesus. Os textos são claros: Estavam presentes: Maria Madalena, Maria, mãe de Tiago(o menor) e de José, isto é esposa de Alfeu, e Salomé, que não podemos afirmar ser a esposa de Zebedeu. Sendo ou não, ela não era a mãe de Jesus. Não se pode TIRAR conclusões sem embasamento bíblico.
PADRE: Então os evangelhos atestam claramente que havia uma Maria que era mãe de Tiago, o menor, e de José. Nós sabemos que esta Maria não era a mãe de Jesus. Mas quem era ela? Provavelmente porque aqui não podemos atestar com toda certeza, mas existe uma probabilidade bastante grande que tratava-se de uma irmã de Maria. Portanto estes chamados irmãos de Jesus eram primos de Jesus(?) Por que? Vemos isso em João 19:25, que diz assim: “E junto à cruz de Jesus estava sua mãe, e a irmã de sua mãe, Maria mulher de Clopas, e Maria Madalena”.
RE: Mau caro Padre, que teologia é esta em que o senhor apresenta probabilidades onde nada existe confirmado? O texto é claro dizendo que estavam “junto á cruz de Jeus, sua mãe, a irmã dela que não cita o nome e por isto não podemos dizer que se chamava Maria tambem. Cita outra Maria, a mulher de Clopas, e Maria Madalena”.  Maria, mãe de Jesus estava aí agora. O texto é claro, mas em nenhum momento o senhor, Padre, apresentou qualquer evidência clara de que Maria, mãe de Jesus não teve outros filhos. Foram até aqui puras suposições  e tentativas de usar textos para confirmar o que não se pode confirmar bíblicamente de que MARIA CONTINUOU VIRGEM APÓS O NACIMENTO DE JESUS.
Apresente outros argumentos, porque estes foram completamente furados. Não tem embasamento bíblico e sua exegese está totalmente distorcida da verdade bíblica.
PADRE: A nossa certeza da virgindade de Maria não deriva da Bíblia, deriva da  nossa fé e da tradição da Igreja Catolica, de 2.000 anos.  O que acontece é que esta fé e na tradição de 2.000 anos está em perfeita harmonia com as sagradas escrituras que foi o que eu tentei demonstrar.
RE: Ah..sim, Padre Paulo Ricardo….quer dizer então que o senhor gastou um tremendo tempo em seu video, para nada, pois diz que ‘A NOSSA CERTEZA DA VIRGINDADE DE MARIA NÃO DERIVA DA BÍBLIA, DERIVA DA NOSSA FÉ E DA TRADIÇÃO DA IGREJA CATOLICA, DE 2.000 ANOS. Não precisamos mais nada. Suas declarações agora mostraram a mentira ESFARRAPADA do Catolicismo com esta doutrina errônea da VIRGINDADE DE MARIA APÓS O NASCIMENTO DE JESUS. De qiue fé ela deriva, senhor Padre? Da fé bíblica e genuina como diz a Bíblia em Romanos 10:17 que “A fé vem pelo ouvir e o ouvir da Palavra de Deus”. Que fé é a que o senhor disse acima? Se não é bíblica, não é fé, é HERESIA. Agora sim, o senhor disse a GRANDE MENTIRA pregada aos católicos durante muitos séculos de que Maria permaneceu virgem. Isto é mentira, senhor Padre, com todo respeito. É mentira. Foram através destes 2.000 anos, iniciando por volta do século IV, quando Constantino, Imperador Romano declarou-se cristão e o Cristianismo como religião oficial do Império Romano. Um homem ímpio demonstrado pelo que fez e como Imperador declarando-se cristão, quantos não se tornaram cristãos sómente para agradar o Imperdor e estar do lado dele? Não é sempre assim. Sempre foi. Quem não quer ser amigo de uma pessoa importante e muito mais de um Presidente da República? Com isto, senhor Padre, começou a degenração do Cristianismo e as heresias foram entrando pouco a pouco. Papa após papa, com suas encíclicas papais acabaram por oficializar muitas práticas que a Bíblia condena e que foram gradativamente sendo incorporadas pelo Catolicismo.  
PADRE: Portanto, eu não estou aqui tentando fundamentar a virgindade perpétua de Maria com a Bíblia.
RE: Que contradição, Padre, então por que começastes usando versos bíblicos distorcendo-os para tentar enganar os que não tem conhecimento bíblico suficiente para refuter suas mentiras teológics?
PADRE: Eu estou simplesmente dizer que a Bíblia não entra em contradição com aquilo que é a nossa fé a  respeito a virgindade perpétua de Maria. Portanto existem formas muito claras de armonizar as duas coisas porque afinal os irmãos de Jesus tinham um outro pai e uma outra mãe.
RE: Os irmãos de Jesus tinham a mesma mãe Maria e o mesmo pai José, conforme o senhor começou citando a Bíblia. Em Apocalipse 22:19, diz “”E, se alguém tirar quaisquer palavras do livro desta profecia, Deus tirará a sua parte do livro da vida, e da cidade santa, e das coisas que estão escritas neste livro”.

Um escritor contemporâneo de Jesus Cristo, chamado Flávio Josefo, no seu livro Antiguidade dos Judeus, que é normalmente datado na década de 90dC tem duas citações interessantes. A primeira faz clara referência a Tiago “irmão de Jesus chamado Cristo” (GEISLER, Norman, Não tenho fé suficiente para ser ateu – Vida, 2006, pp.227), veja:
Anano, um dos que nós falamos agora, era homem ousado e empreender, da seita dos saduceus, que, como dissemos, são os mais severos de todos os judeus e os mais rigorosos no julgamento. Ele aproveitou o tempo da morte de Festo, e Albino ainda não havia chegado, para reunir um conselho diante do qual fez comparecer Tiago, irmão de Jesus chamado Cristo, e alguns outros; acusou-os de terem desobedecido às leis e os condenou ao apedrejamento. Esse ato desagradou muito a todos os habitantes de Jerusalém, que eram piedosos e tinham verdadeiro amor pela observância das nossas leis” – (JOSEFO, Flavio, História dos Judeus – CPAD, 2000, pp.465). Fonte: https://marceloberti.wordpress.com/2011/04/29/josefo-e-a-historicidade-de-cristo/ .
A Bíblia jamais afirmou o que quisestes disvirtuar para tentar provar e que jamais conseguirá: A CONTINUIDADE DA VIRGINDADE DE MARIA. Jesus teve pelo menos QUATRO irmãos e algumas irmãs de sangue, conforme afirma as Escrituras. Ela não contém erros. Quem está errado é o quem interpreta errôneamente as Escrituras Sagradas.

Será que sendo o Padre Paulo Ricardo tão estudioso dos livros seculares da época em que Cristo viveu entre nós, tenha se esquecido disto?

Fontes: (JOSEFO, Flavio, História dos Judeus – CPAD, 2000, pp.465). Fonte: https://marceloberti.wordpress.com/2011/04/29/josefo-e-a-historicidade-de-cristo/ 
Bíblia Sagrada - Qualquer versão.

Rev. Alberto Thieme



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...