COMO RECONHECER UM CRENTE/EVANGÉLICO?

Este é o nome de um artigo postado em blog brasileiro. Veja o que dizem de suas filhas e de vocês, irmãos e irmãs evangélicos. Conteúdo EXTREMAMENTE OFENSIVO, impróprio para menores de idade. Fica a pergunta: ONDE ESTÃO AS AUTORIDADES DESTE PAÍS? Maiores de idade cliquem aqui.

quinta-feira, 28 de maio de 2015

Leonardo Boff, da Teologia da Libertação, em congresso teológico evangélico

28 de maio de 2015



Leonardo Boff, da Teologia da Libertação, em congresso teológico evangélico

Julio Severo
Faculdade Unida, uma instituição evangélica que se gaba de ser “a única faculdade do Espírito Santo com curso de bacharelado em teologia reconhecido pelo MEC,” estará realizando, de 9 a 12 de junho, o II Congresso Internacional de Teologia e Ciências da Religião, em Vitória, no Espírito Santo.
Alguns dos palestrantes são:
·         Leonardo Boff, considerado o principal promotor da Teologia da Libertação no Brasil.
·         Harvey Cox, que já foi professor de teologia na Universidade de Harvard. Ele é considerado especialista em Teologia da Libertação. Entre seus livros está “The Silencing of Leonardo Boff: Liberation Theology and the Future of World Christianity” (O Silenciamento de Leonardo Boff: a Teologia da Libertação e o Futuro do Cristianismo).
·         Leopoldo Cervantes-Ortis, autor do livro “A Teologia de Rubem Alves” e membro da Comissão Ecumênica do Conselho Mundial de Igrejas
·         Luiz Longuini, que falará de Rubem Alves. Longuini, que é reverendo da Igreja Presbiteriana do Brasil (IPB), tem um livro publicado pela Editora Ultimato defendendo a Teologia da Missão Integral, que é a versão protestante da Teologia da Libertação.
Rubem Alves, discípulo do Rev. Richard Shaull, já expunha as ideias da Teologia da Libertação e Teologia da Missão Integral antes que essas teologias fossem reconhecidas oficialmente. De teólogo da IPB inicialmente, Alves terminou como agnóstico.
Mesmo assim, Rubem Alves, já falecido, e Leonardo Boff serão elogiados, juntamente com seu liberalismo teológico, num congresso teológico evangélico. A cerimônia de abertura do II Congresso Internacional de Teologia e Ciências da Religião fará menção especial de Rubem Alves.
Se fosse um congresso isolado, imaginaríamos que os efeitos negativos seriam menores. Mas esse congresso conta com o enorme apoio oficial da:
·         Visão Mundial, que é a filial da poderosa organização americana World Vision. A Visão Mundial no Brasil é presidida porAriovaldo Ramos, grande promotor da Teologia da Missão Integral.
·         Associação de Seminários Teológicos Evangélicos.
·         Associação Evangélica de Educação Teológica na América Latina.
·         Conselho Latino-Americano de Igrejas (CLAI).
·         Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Teologia e Ciências da Religião.
·         Fonte Editorial.
·         Editora Paulinas.
No documento organizador do congresso constam vários nomes, inclusive Magali do Nascimento Cunha, professora na Universidade Metodista de São Paulo. Essa é uma das universidades evangélicas mais esquerdistas do Brasil. Magali é conhecida por suas posturas claramente socialistas.
O que está acontecendo com as instituições teológicas evangélicas? A Faculdade Unida, em sua ânsia de ser reconhecida e elogiada pelo mundo, acompanha a tendência de se prostrar diante da ideologia esquerdista. É mais importante ser reconhecida pelo MEC do que ganhar a aprovação de Deus?
Mas não é só a Faculdade Unida que está apresentando problemas. Em 2006, Luiz Mott, o patrono do movimento homossexual do Brasil, deu palestra na Escola Superior de Teologia da Igreja Evangélica Luterana no Brasil (IECLB).
Universidade Presbiteriana Mackenzie em 2013 convidou o deputado Jean Wyllys, um dos maiores ativistas gays do Brasil, para um debate com um advogado evangélico. Os estudantes dessa universidade da IPB vaiaram o evangélico e aplaudiram o ativista gay. O evento ocorreu durante a gestão do Rev. Augustus Nicodemus, que também aceitava Ariovaldo Ramos como professor de aulas especiais de teologia.
O liberalismo teológico está avançando, por meio das instituições teológicas, na Igreja Evangélica do Brasil. Em 2014, sob a liderança de um pastor da IPB, a Faculdade Teológica Sul Americana realizou seu Congresso Internacional de Missão Integral.
Afinal, o que a Faculdade Unida pretende ao elogiar Leonardo Boff e Rubem Alves?
O que a Faculdade Unida pretende ao dar espaço para promotores da Teologia da Libertação e Teologia da Missão Integral?
A IECLB, que dá amplos espaços para ambas teologias, tem um teólogo e professor homossexual e homossexualista em sua Escola Superior de Teologia.
O liberalismo teológico da Teologia da Libertação e da Teologia da Missão Integral é solo fértil para a Teologia Gay.
Tanto Harvey Fox quanto Leonardo Boff são apoiadores das causas homossexuais.
Leitura recomendada:

VÍDEO MOSTRA MINISTRO-CHEFE DE DILMA E PT COMBINANDO TÁTICA C/SUSPEITO P/MORTE DE CELSO DANIEL!

DESCOBERTO VÍDEO DE 2005 DA REDE BANDEIRANTES QUE MOSTRA O POSSÍVEL ENVOLVIMENTO DE GILBERTO CARVALHO, EX MINISTRO DO GABINETE DE DILMA ROUSSEFF (PT) NO CRUEL ASSASSINATO DE CELSO DANIEL, EX-PREFEITO DE SANTO ANDRÉ QUE DENUNCIOU A MÁFIA QUE OPERAVA EM SUA CIDADE.


https://youtu.be/PbvQRMolrMY?list=UU65OaKMLtpEUs9BiLSb_u1g

quarta-feira, 27 de maio de 2015

MOVIMENTO BRASIL LIVRE(MBL): SERÁ QUE SEUS RESPONSÁVEIS DEFENDEM A DEMOCRACIA MESMO? ANALISE....


MOVIMENTO BRASIL LIVRE(MBL): O QUE QUEREM SEUS FUNDADORES?

Tarde da noite de hoje, navegando pela internet, me chamou a atenção o comportamento de um dos fundadores do Movimento Brasil Livre - MBL. 

Vamos por partes

Abri o link : http://www.movimentobrasillivre.org/ e me deparei com esta bela imagem verde-amarela cores da Bandeira Nacional e ela no lado esquerdo do website, veja:

e de um tweet tirei esta segunda, muito inteligente:

Poucos movimentos sociais conseguiram um grau de organização como o MBL, expondo dez pautas de reivindicações do povo Brasileiro, parabéns! 

Outros "banners" aparecem no website do MBL como este lindérrimo e isto cativa o jovem brasileiro, pois existe um vazio de liderança com credibilidade há décadas, veja :

Meses atrás ao ver alguns vídeos, fiquei impressionado com a facilidade de comunicação e simpatia de um garoto chamado Kim Katiguiri. Um brasileirinho de aproximados 20 anos que expõe com esmero o seu otimismo pelas marchas contra a corrupção, e a agenda acima do MBL, bem como o desgoverno de Dilma Rousseff e outros desmandos, pedindo pelo impeachment dela. Que peitou o Dep.Federal gay assumido Jean Wyllys e demonstrou excelente conhecimento político tendo recebido predicados tais como: "nteligente, culto e articulado", simplesmente pelo jornalista Reinaldo Azevedo, no artigo http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/tag/kim-katiguiri/ . Aproveite e veja o vídeo dele no final deste artigo. Ele simplesmente desafia o deputado gay a um debate que nunca compareceu! 

Os argumentos brilhantes deste jovem em dezenas ou centenas de vídeos impressionou-me deveras e bem como a muitos brasileiros. Desejo que ele tenha um futuro brilhante pois começou muito bem e nada temos contra sua excelente compostura.

Porém, infelizmente, na direção do MBL, existem pessoas com outras composturas. E são esses que acabam prejudicando a vida e até a carreira profissional de muitos.

Vendo o vídeo abaixo do link: 
https://youtu.be/qem_0OGZEjk 



se tem uma impressão de que por trás do MBL estariam pessoas sérias e conservadoras. Porém, infelizmente, veja o que encontramos nas redes sociais: Analisando melhor o perfil dos responsáveis pelo Movimento Brasil Livre, infelizmente percebemos que há algo grave aí... as más intenções surgem através de pessoas que vestem outras camisas, porém, pintadas de verde-amarelo. Aos 1m42seg e aos 3 minutos, veja os discursos de Renan Haas, ou melhor Renam A.F. dos Santos. Aqui reside o grande perigo!
Porém, se Kim Katiguiri for esperto vai tomar uma decisão inteligente não deixando os responsáveis pelo MBL apagar o brilho de sua carreira.


Os responsáveis pelo MBL que constam nas redes sociais são: Renam Antonio Ferreira dos Santos, conhecido também por Renam Haas e Alexandre Henrique Ferreira dos Santos. Renan Haas, na verdade é o Renan Antonio Ferreira dos Santos que ele procura não mais utilizá-lo e procuramos saber o motivo. Aliás, num vídeo gravado ontem, 26/05/2015, Renan Haas, ou melhor Renam A.F. dos Santos, expõe com brilho a defesa dos interesses dos brasileiros, assista o vídeo:
https://youtu.be/zoShEnceDyE.

Aqui começam os problemas. Sobre o comportamento deste cidadão, Renam Haas, ou melhor, Renam A.F. dos Santos encontramos o seguinte no link: https://archive.is/NUbjf 
Renan Antonio Ferreira dos Santos
Filiado ao PSDB de São Paulo desde 10/11/2010
https://archive.is/f8DVy.

Ocorre que no facebook do MBL está escrito, no seu lado esquerdo, logo depois da postagem de um vídeo, cujo link é: https://archive.is/r5XLE 
que o MBL "não tem filiação partidária". Será que a intenção de Renam Haas, ou melhor Renam Antonio Ferreira dos Santos e seu parente Alexandre Henrique Ferreira dos Santos é de enganar o povo Brasileiro pois disseram que eram APARTIDARIOS através do website deles. veja aqui:




Fernando Holiday, um dos líderes do MBL.
O Movimento Brasil Livre é uma entidade apartidária que visa a mobilizar cidadãos em favor de uma sociedade mais livre, justa e próspera.

Só que eles eram filiados ao PSDB / SP até o mes passado (abril/2015), veja aqui: http://www.tse.jus.br/partidos/filiacao-partidaria/relacao-de-filiados .

A seguir passaremos a fornecer várias outras informações importantes, relativas aos dois parentes e seus familiares, deveras comprometedoras, que precisariam ser confirmadas, pelo Ministério Público. Elas foram encontradas logo no início do artigo do link:
 https://archive.is/hBOIw , veja:"Atenção especial para as fraudes. Todas as informações podem ser confirmadas nos órgãos oficiais. 
1).São golpistas acostumados a cometerem crimes e fugir da justiça. Esse é um primeiro relatório, pois existem outras coisas tenebrosas para serem divulgadas".... 
2)."Renan Santos e sua família possuem 19 empresas com ao menos 125 processos e funcionam como uma quadrilha para dar desfalques, enganar o fisco, dar golpes, abrindo e fechando empresas e dando calotes nos governos, empresários, fornecedores e na população.
3).Possuem ações de falência fraudulenta, execução e cobrança, despejo, fraude, dissolução irregular de empresas, débitos com o fisco, calotes, etc. 
4).Trechos de decisões demonstram que ganham a vida com golpes contra empresas, o governo e a população, eles abrem e fecham empresas o tempo todo. Oficiais de justiça nunca os encontram....
5). O patrimônio das empresas é de quase cinco milhões de reais o que daria para achar que são milionários. Mas as dívidas dos golpes são maiores....
6).Fecharam diversas empresas de forma fraudulenta. 
7).Não pagam IPVA, ICMS e outros impostos. Por isso gostam tanto do capitalismo.
8).Ganham dinheiro com golpes e vivem às custas da população que paga honestamente seus impostos.
9).As empresas atuais (19) possuem sócios de fora da família mas no geral eles controlam e se alternam nas cotas sociais.Trechos de exemplos de alguns processos que demonstram as atitudes mafiosas.
No. ORIG. : 00088493920084036182 4F Vara SÃO PAULO/SP" 

E muito mais.... veja lá no facebook do link acima e bem como no link do JusBrasil: http://www.jusbrasil.com.br/topicos/27684663/renan-antonio-ferreira-dos-santos .

VEJA ESTE PROCESSO: http://www.jusbrasil.com.br/diarios/40536736/djsp-judicial-1a-instancia-interior-parte-ii-14-09-2012-pg-891

Veja também o envolvimento da irmã dele, STEPHANIE LIPORACCI FERREIRA DOS SANTOS no google.com.br e aqui: http://www.jusbrasil.com.br/topicos/34586866/stephanie-liporacci-ferreira-dos-santos
Veja o irmão dele está totalmente comprometido também. É o rapaz do meio no facebook dele, com o nome fake de Alexandre Mesrine neste link: https://archive.is/16WOb, mas o verdadeiro é Alexandre Henrique Ferreira dos Santos, cujo facebook é:  
https://archive.is/uHFq2 .


Outros websites e facebooks mostram o envolvimento de Pedro D'Eyrot, outro RESPONSÁVEL PELO MBL(?), veja:
1). Apologia ao uso da Maconha:
Em dois facebooks encontramos a seguinte foto no link:


Goin' Green
Fumei um photoshop prensado e curti um verde do bom"
Em seu facebook: 
https://archive.is/9MGmo  



Isto suscita uma grande dúvida: Não poderia este indivíduo estar atraindo milhares de adolescentes e jovens com a finalidade de estimular entre eles o uso de drogas? É algo que a Polícia Federal deveria investigar. 

2).Veja no facebook dele a OFENSA A CULTO CRISTÃO por ele postada. Veja como ele zomba do Cristianismo com seu ateísmo barato. Esta ofensa pode-se caracterizar como crime por discriminação religiosa. Veja:
  
 "Jesus Bleibet Meine Freude (significa: "Jesus alegria dos homens" em Alemão.Passando aqui pra desejar uma noite cheia de paz , esperança e bondade no coraçãde todos os homens". Isto foi em 31/7/2014. Nada a ver com o Natal.

Portanto, não precisa pensar muito para se deduzir que Pedro D'Eyroit está zombando da linda cantata de "Bahr" sobre a vida de Jesus Cristo para expressar seu ódio por ele e seus seguidores através da violência expressa na figura e seus dizeres.

3).Mas os possíveis crimes não param nisso. Veja uma música da banda que Pedro D'Eyrot participa:
"V1d4 L0k4"
Amanhã estréia o novo video ViDa LoKA do @bondedorole !! Vai ser o video mais putanheiro e subversivo de toda a historia dessa banda!! Ja vai decorando a letra: "eu e meus amigo vamo abri uma padaria, não vai vendê pão pronto, só vai vendê FARINHA" - APOLOGIA AO USO DA COCAÍNA... a coisa está feia!


Veja no facebook dele: https://archive.is/njv2j .

Veja também o vídeo, com discrição, e preste atenção na letra da música no facebook de sua band "Bonde de Role": https://archive.is/3Uod1 .

que remete ao youtube, no link QUE CONTÉM IMAGENS PORNOGRÁFICAS que podem ser acessadas por menores de idade e até crianças:

"Bonde do Role - Vida Loka Ft Porno Klan CENSORED VERSION".

Fazendo apologia ao uso da maconha e da cocaína, defendendo o Ativismo Gay, o Ateísmo e zombando de Jesus Cristo, considerado Deus por mais de 2 bilhões de cristãos, no mundo, eles aparecem ao lado de importantes figuras como mostram as fotos abaixo, devido a seus envolvimentos no MBL.
Este Ativista LGBT é um dos coordenadores do MBL, isto é, enquanto os participantes do MBL lutam por liberdade e por democracia, um possível infiltrado está por trás dando as cartas ao governo em troca de favores para a ditadura gay.

4). E ainda fazem zombaria com a vida de milhares de adolescentes e jovens que estão tentando deixar a prática homossexual por estarem se sentindo muito mal psicológica, física e espiritualmente, veja:

Esta imagem faz parte do vídeo que informamos acima, postado no link:
https://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=QCYwj8LyBWc .
Nem abrimos porque é um vídeo PORNOGRÁFICO e sem proteção alguma contra o acesso por crianças e menores de 18 anos.

ENQUANTO MILHARES DE ADOLESCENTES E JOVENS ESTÃO DESESPERADAMENTE BUSCANDO AJUDA, OS ATIVISTAS GAYS TRABALHAM CONTRARIAMENTE IMPEDINDO-OS DE DEIXAREM ESTA PRÁTICA MALÉFICA, COM APOIO DO PRÓPRIO CFP. Já recebemos quase 300 emails de pessoas pedindo ajuda, vários falando em suicídio, pois tendo ido a psicológos, foram instruídos a se aceitarem, quando na verdade eles pedem ajuda PARA DEIXAR ESTA PRÁTICA MALÉFICA á vida física, psicológica e espiritual deles. Veja neste link, o desespero deles: http://defesa-hetero.blogspot.com/2014/11/emails-de-homossexuais-pedindo-ajuda.html


Mas como se não bastasse Renam dos Santos pregar o ódio aos cristãos nas redes sociais, como neste tweet:  

e o Ativista Gay Pedro D'Eyrot fazer apologia ao uso da maconha e cocaína, aparecem em uma foto ao lado do General Paulo Chagas:


Da esquerda para a direita: Renam A.F.dos Santos (MBL), General Paulo Chagas, Pedro D'Eyrot e outros.   
Certamente, tanto o General quanto os demais não fazem idéia do comportamento de Renam A. F. dos Santos e de Pedro D'Eyroit, expostos por eles mesmos nas redes sociais. 
O general está apoiando o MBL mas pensei que ele teria feito alguma pesquisa antes de dar seu apoio. Afinal, ele é GENERAL!!!

E o Senador Ronaldo Caiado também os recebeu no Congresso, ontem, 27/5/2015, veja:

Liderança do MBL.

E olha, corre o risco de os deputados e senadores defensores da família de TAMBEM nao estarem sabendo quem é Renam Santos e muito menos o Pedro D'Eyrot, um LGBT infiltrado no MBL.

 


Cremos que por não conhecerem bem o "background" (o passado) das pessoas, estes dois esquerdistas infiltrados estão ganhando projeção no Congresso Nacional. 

Veja a foto de hoje, tirada no Congresso Nacional:
Líderes do MBL participaram agora de reunião com o Presidente da Câmara, Eduardo Cunha, e com deputados da oposição.
Cunha garantiu a todos os presentes que o pedido de impeachment protocolado pelo MBL será devidamente analisado pela equipe técnica da Câmara.
As ruas pediram o IMPEACHMENT - agora é hora de o Congresso responder!

Movimento Brasil Livre's photo.


O RAPAZ DE CAMISA BRANCA, Á DIREITA DO DEPUTADO EDUARDO CUNHA É Renam A. F. dos Santos cujo passado e presente é desconhecido pelos parlamentares.
Bom seria se aproveitassem para dar um "impeachment" pra ele e para o outro responsável do MBL, Pedro D'Eyroit também, pois eles, não representam os Brasileiros de bem que disseram representar.
Deixamos nosso voto de apoio ao Kim Katiguiri pelo esforço e bem como a todos os demais que foram a Brasília, pelo menos tentar encontrar uma forma de retirar Dilma da Presidência de nosso querido Braisl!
IMPEACHMENT EM DOIS VOLUMES!
MOMENTO DO PROTOCOLO DO IMPEACHMENT!
MULTIDÃO FORA DO CONGRESSO!


Fonte: www.defesahetero.org

Autor: Rev. Alberto Thieme
























ALELUIA: Marisa Lobo ganha causa do CRP-PR / CPF - Parabéns Dra. Damares Alves

Após vitória no Conselho de Psicologia, Marisa Lobo anuncia que irá processar acusadores

Publicado por Tiago Chagas em 26 de maio de 2015 
Após vitória no Conselho de Psicologia, Marisa Lobo anuncia que irá processar acusadores

A psicóloga Marisa Lobo obteve uma vitória simbólica no Conselho Federal de Psicologia (CFP), em Brasília (DF), na última sexta-feira, 22 de maio, quando os integrantes da direção da entidade optaram por não levar adiante o processo de cassação de seu registro profissional.
O imbróglio começou há alguns anos, quando o Conselho Regional de Psicologia (CRP) do Paraná abriu um processo de cassação do registro de Marisa Lobo, acusando-a de descumprir regras da entidade ao externar sua fé cristã nas redes sociais.

Quando o caso tornou-se de conhecimento nacional, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) do Paraná se posicionou considerando absurda a postura do CRP, que resolveu levar adiante a cassação do registro da profissional. Marisa recorreu à Justiça Federal do estado e obteve ganho de causa.

A direção do CRP-PR ignorou a decisão da Justiça e apresentou o caso no CFP, em Brasília, e ao mesmo tempo, preparava recurso ao Supremo Tribunal Federal (STF) para derrubar a decisão de Justiça Federal em primeira instância.
No entanto, na última sexta-feira, durante a audiência, a psicóloga foi representada pela doutora Damares Alves, que é advogada e assessora parlamentar.

Na defesa de Marisa Lobo, Damares expôs ao CFP uma série de questões ligadas às liberdades civis da profissional, que estão acima das normas da entidade, e destacou que se empenharia em derrubar a decisão do Conselho se esta fosse contrária à psicóloga: “Queria dizer aos senhores que sou uma advogada ‘terrivelmente’ cristã”, ironizou.

Marisa Lobo afirmou que os responsáveis pela acusação contra ela não compareceram à sessão, e quando recebeu a palavra, reiterou suas convicções de fé e profissionais: “Eu sou psicóloga e cristã! Eu não nego a minha fé! Também quero afirmar que nunca ‘curei gay’, nunca tratei a homossexualidade como ‘doença’ ou com qualquer outro tipo de preconceito. Também afirmo que ex-homossexuais existem. Isto não é objeto de ocupação minha. Eu, apenas, como psicóloga especializada em Direitos Humanos, dou o direito ao sujeito, dele existir da maneira que ele próprio desejar”, relatou.

Agora, segundo informações do portal Guia-me, Marisa vai processar o CRP-PR: “Vou processá-los por todas as humilhações, perseguições, por eles terem destruído a minha profissão no mundo secular”, destacou.

Feliciano comemora

O pastor Marco Feliciano (PSC-SP) comemorou a vitória de Marisa Lobo e destacou que os levantes dos ativistas gays contra os líderes cristãos têm sido frustrados um após o outro. Assista:


Fonte: GospelMais: http://noticias.gospelmais.com.br/marisa-lobo-anuncia-processar-conselho-psicologia-76929.html

terça-feira, 26 de maio de 2015

INCRÍVEL ISTO:"Em mesquita, Brasil celebra primeiro lugar em liberdade religiosa"

Em mesquita, Brasil celebra primeiro lugar em liberdade religiosa

Brasil está na frente dos Estados Unidos em liberdade religiosa, de acordo com o Centro de Pesquisa Pew

Julio Severo
O Brasil perdeu a copa mundial de futebol no ano passado, mas pelo menos está sendo celebrado por alcançar o primeiro lugar em liberdade religiosa no final de abril, de acordo com um estudo recente do Centro de Pesquisa Pew, numa reportagem do Serviço Noticioso Religioso.
Encontro ecumênico na Mesquita Brasil
Em 29 de abril, a maior e mais antiga mesquita da América Latina, a Mesquita Brasil, reuniu uns 700 líderes para sua Celebração de Liberdade Religiosa onde muçulmanos, adeptos de religiões afro-brasileiras, mórmons, Sikhs, espíritas, judeus, católicos, protestantes e adeptos do Rev. Moon jantaram lado a lado para comemorar a posição do Brasil como líder em liberdade religiosa. O tema foi “Brasil uma voz para o mundo.”
Entre os 25 países mais populosos, o Brasil está no primeiro lugar em liberdade religiosa, até mesmo na frente dos Estados Unidos, de acordo com um estudo do Centro de Pesquisa Pew.
O xeique Abdel Hammed Metwally, líder religioso da Mesquita Brasil, disse: “Esta será a primeira de muitas reuniões.” Ele frisou que o evento mostrará ao “mundo como o Brasil sobressai em posição de líder, tolerando e pacificamente acomodando os credos mais diversos.”
Entre os palestrantes estava o Élder D. Todd Christofferson, membro do Conselho dos Doze Apóstolos da Igreja de Jesus Cristo dos Últimos Dias (mórmon). Ele disse: “Incentivo vocês a se apegarem com firmeza às liberdades que vocês forjaram em seu país e assumir uma liderança corajosa na promoção da liberdade religiosa no mundo inteiro.”
Sobre o primeiro lugar do Brasil em liberdade religiosa, a Fundação de Fé Tony Blair (FFTB) disse:
“O nível elevado de liberdade religiosa no Brasil é notável enquanto o país comprovadamente passa por uma das mudanças religiosas mais dinâmicas do mundo hoje, sem nenhum conflito religioso ou sectário. À luz de pesquisas recentes que mostram que a religião está crescendo mundialmente, o exemplo brasileiro é digno de frisar e compreender, especialmente quando dia a dia testemunhamos casos no mundo inteiro do papel da religião em situações de conflito. O Brasil é excepcional em termos de liberdade religiosa. Entre os 26 países mais populosos do mundo, o Brasil tem as restrições mais baixas à liberdade religiosa. O Brasil tem restrições mais baixas, aliás, do que o Reino Unido e os Estados Unidos, onde as restrições estão aumentando.”
A FFTB também disse sobre o Brasil, “não tem havido incidentes registrados de hostilidade por causa de conversões ou proselitismo.”
O Brasil tem a maior população católica do mundo, mas a liberdade religiosa não era uma tradição brasileira por muito tempo. Enquanto nos EUA, a maior nação protestante do mundo, os católicos gozavam de liberdade significativa nos séculos XVII e XIX, no Brasil os protestantes não gozavam de mínima ou nenhuma liberdade. Até mesmo no século XX, os protestantes eram perseguidos no Brasil, e essa perseguição não era meramente críticas, mas perseguição física e econômica.
O fato de que o Brasil foi congratulado por uma distinção suposta de tolerância pacífica e liberdade religiosa é muito estranho, e mais estranho quando tal distinção é celebrada numa mesquita.
Na década de 1990, sob o presidente marxista Fernando Henrique Cardoso, o Ministério da Educação instruiu as escolas do Brasil a lidar com a feitiçaria, ou religiões afro-brasileiras, como mera “cultura” inofensiva.
Na década passada, sob o governo socialista de Lula, o governo brasileiro avançou esse conceito, ao tratar os adeptos da feitiçaria como “minorias oprimidas” e ao tratar a pregação cristã contra a feitiçaria como “crime de ódio.” As religiões de feitiçaria são em grande parte da Umbanda e Candomblé.
A pregação cristã tradicional contra a feitiçaria começou a ser rotulada de “perseguição” contra “minorias oprimidas,” e os líderes de feitiçaria tiveram permissão de acompanhar a delegação brasileira na ONU para expressar suas denúncias contra a “opressão” dos evangélicos brasileiros contra os adeptos da Umbanda e Candomblé.
As denúncias principalmente foram feitas por Ivanir dos Santos, um pai-de-santo do Rio de Janeiro. Ivanir denunciou na ONU “um novo tipo de perseguição religiosa no Brasil, que tem como alvo os terreiros de candomblé e os praticantes de cultos africanos, em atos provocados por neopentecostais.” O Brasil, disse ele, “é o único país que mantém o culto trazido pelos escravos e essa prática tem de ser defendida.”
A “opressão” denunciada por ele consiste em grande parte de evangélicos em programas de TV onde ex-adeptos da Umbanda e Candomblé deram testemunho sobre suas experiências passadas na feitiçaria e como Jesus Cristo os havia liberto, principalmente de espíritos demoníacos.
Não eram testemunhos de adeptos da Umbanda e Candomblé sendo assassinados por evangélicos, especialmente da linha renovada, pentecostal e neopentecostal, mas testemunhos deles sendo transformados por Jesus Cristo.
Esses programas de TV têm sofrido censura. No ano passado, vídeos do YouTube contendo testemunhos de ex-adeptos das religiões afro-brasileiras que hoje são pentecostais foram removidos por ordem judicial, por incitação de Ivanir dos Santos. Em sua decisão, o juiz declarou que os testemunhos deles não eram contra uma religião, mas contra uma “cultura.”
Essas perseguições judiciais não são apenas contra pentecostais.
Em 1998, um juiz no estado da Bahia havia ordenado o confisco de um livro escrito pelo padre católico Jonas Abib, em que ele condena a feitiçaria como imoral, conforme reportagem de LifeSiteNews, que disse:
“O livro ‘Sim, Sim! Não, Não! Reflexões de Cura e Libertação’ adverte os leitores contra os perigos do ocultismo, inclusive as religiões afro-brasileiras conhecidas como ‘espiritualismo.’ De acordo com o site do Pe. Abib, o livro já teve 81 reimpressões e vendeu mais de 400 mil exemplares. ‘Pe. Jonas, assim como Paulo, ousadamente denuncia as obras das trevas, levando o leitor a se conscientizar sobre o controle da mente, a ioga, a astrologia, a magia e a evocação dos mortos, revelando a verdade sobre as obras das trevas, com as quais é preciso romper urgentemente,’ diz um resumo do livro postado no site dele. O promotor público Almiro Sena, porém, acusa Abib de ‘fazer declarações falsas e discriminatórias sobre o espiritismo e sobre as religiões da África, como a Umbanda e o Candomblé, assim como incitação flagrante à destruição e desrespeito a seus objetos de culto.’ Ele acrescentou que a violação é mais grave porque ‘a Constituição estadual [da Bahia] diz que é obrigação do Estado preservar e garantir a integridade, respeitabilidade e permanência dos valores das religiões afro-brasileiras.’”
O governo passado de Lula e o atual governo de Dilma Rousseff (ambos os governos mais socialistas da história do Brasil) tinham e têm políticas ativas para proteger as religiões afro-brasileiras como “cultura” herdadas de escravos africanos. Enquanto as tradições católicas e protestantes estão cada vez mais sendo banidas das escolas e outros locais governamentais porque o Estado é “laico,” as religiões afro-brasileiras e suas práticas estão fazendo incursões, com assistência estatal, nas escolas e outros lugares, de forma privilegiada. Pois o Cristianismo é religião, e as religiões afro-brasileiras são “cultura.”
Com tais proteções estatais, até os negros brasileiros são proibidos de criticar os deuses afro-brasileiros, conforme relatado por mim no WND:
“No Rio, um pastor pentecostal levou um criminoso a Jesus e o convenceu a se entregar à polícia. O Pr. Isaías da Silva Andrade acompanhou o ex-criminoso à polícia e quando lhe perguntaram como a vida dele havia sido transformada, o pastor respondeu que o ex-criminoso vivia sob a influência de demônios das religiões afro-brasileiras que o inspiravam a se envolver com conduta criminosa, mas agora ele encontrara salvação em Jesus. Por causa desse relato inocente, o Pr. Isaías está agora sofrendo ações criminais por discriminação contra a ‘cultura’ afro-brasileira! Se condenado, ele cumprirá sentença de dois a cinco anos de prisão.”
Como filho de uma ex-líder de Umbanda que aceitou o Evangelho de Jesus Cristo, não vejo problema em falar a verdade sobre a feitiçaria que vem da África. Aliás, os brasileiros se lembram, quando não existia a ameaça de censura racial politicamente correta, dos escândalos regulares noticiados pelos meios de comunicação de pais-de-santo envolvidos em muitos sacrifícios de crianças.
No passado, os jornais eram livres para noticiar e denunciar sacrifícios de crianças nas religiões afro-brasileiras. Você pode encontrar notícias antigas sobre esses crimes envolvendo estupros e assassinatos de crianças cometidos por pais-de-santo. Mas hoje em dia, sob o olho monitorador do Estado, só reportagens bajuladoras são permitidas, tais como “religião” oprimida, religião “ameaçada,” etc.
Hoje, a mídia brasileira não mais noticia sobre pais-de-santo que sacrificam crianças. E não quer falar sobre outros crimes relacionados.
Quando o pastor pentecostal Francisco de Paula Cunha de Miranda foi morto a facadas por um pai-de-santo em 2008, a imprensa brasileira permaneceu em silêncio.
Miranda, de 47 anos, foi assassinado no Rio Grande do Sul. Ele era negro (e não pode, nem depois de sua morte, ser acusado de “racismo”) e estava no 33º dia de jejum de uma campanha de oração quando o pai-de-santo Júlio César Bonato, sob possessão da entidade “cultural” exu caveira, saiu do terreiro em pleno ritual para ir até o pastor.
O pai-de-santo voltou a seu ritual com sua faca ritualística ensanguentada.
O pastor, que estava bem fraco devido ao longo jejum, foi morto a golpes de faca.
A imprensa brasileira permanece em silêncio sobre esse assassinato horrendo até hoje.
Em 2010, um grupo de adeptos da Umbanda matou a facadas outro evangélico, Nilton Rodrigues, de 34 anos, e feriu outros, inclusive um pastor evangélico, João Carlos de Oliveira. De novo, a imprensa brasileira ficou em silêncio.
Estou preocupado que a proteção especial às religiões afro-brasileiras possa ter sido fortalecida por Condoleezza Rice, uma famosa filha de um pastor presbiteriano americano. Em 2008, ela foi ao Brasil para fortalecer as raízes das religiões afro-brasileiras. O exemplo dela mostra que as religiões afro-brasileiras são agora um interesse internacional.
Como no caso da homossexualidade, a mera crítica à bruxaria é tratada como “preconceito, discriminação, intolerância,” etc. Agora, até livros católicos criticando a bruxaria são proibidos.
As práticas afro-brasileiras que sempre foram vistas como feitiçaria pela sociedade brasileira estão cada vez mais sendo protegidas pelo governo e mídia do Brasil. E o Cristianismo e seus valores estão cada vez mais perdendo proteção e até sendo atacados por eles.
A sodomia, que tem sido exaltada e recebido a condição de um direito humano especial pelo governo socialista brasileiro, é em grande parte praticada pelas religiões afro-brasileiras, onde seus deuses e espíritos seduzem e levam seus adeptos, especialmente seus sacerdotes, à prostituição, inclusive a homossexualidade.
O que tem sido designado de “liberdade religiosa” no Brasil é meramente as elites socialistas seguindo tendências politicamente corretas, especialmente dos EUA, onde a homossexualidade é agora culturalmente santificada e direitos cristãos são subordinados aos caprichos homossexualistas. O Brasil está seguindo essa tendência. A homossexualidade é agora incriticável no governo e mídia do Brasil.
Junto com a homossexualidade, o islamismo é agora a nova tendência incriticável no Brasil.
A celebração numa mesquita do Brasil como campeão de “liberdade religiosa” mostra que o Brasil está seguindo com total submissão as tendências esquerdistas dos EUA. E se os EUA não estão no primeiro lugar em tal “liberdade religiosa,” por que o Brasil? Pode um discípulo estar acima de seu mestre?
Tente criticar o islamismo no Brasil. Em 2009, quatro jornalistas muçulmanos fizeram queixas contra mim no Ministério Público Federal por causa de textos em meu blog criticando o islamismo.
Queixas também foram feitas por militantes homossexuais e adeptos da bruxaria contra meu blog.
Esta é a liberdade religiosa do Brasil.
O evento numa mesquita do Brasil celebrando o suposto primeiro lugar do Brasil em liberdade religiosa é bom para o islamismo e é bom para a bruxaria brasileira.
Mas não é bom para os cristãos que são ex-adeptos dessas religiões, os quais sofrem discriminação, repressão e censura por dizerem a verdade sobre seu sofrimento nessas religiões.
O Brasil está sendo lançado ao primeiro lugar de uma liberdade religiosa às custas dessas vítimas silenciosas da opressão da bruxaria.
Mesmo assim, o xeique Abdel Hammed Metwally, líder religioso da Mesquita Brasil, garantiu: “Esta será a primeira de muitas reuniões.”
As mesquitas serão agora plataformas politicamente corretas para apresentar ao mundo um Brasil campeão em liberdade religiosa às custas dos cristãos e sua liberdade de expressão?
Leitura recomendada:



Twitter em português: http://twitter.com/juliosevero
Twitter in English: http://twitter.com/julioseveroUS
Tea Party Community: https://www.teapartycommunity.com/JulioSevero/
Facebook: http://www.facebook.com/pages/Blog-Julio-Severo/185623904807430


Livro gratuito: http://bit.ly/11zFSqq
Novo Testamento gratuito em mp3 dramatizado com música

Para fazer o download, siga este link:

http://juliosevero.blogspot.com/2012/12/novo-testamento-dramatizado-disponivel.html
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...